Queda de avião militar no leste da Argélia deixa um sobrevivente e 102 mortos

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Segundo coronel Lahmadi Bouguern, acidente com C-130 foi causado por falta de visibilidade e por ventos fortes

Um avião militar de carga caiu no noroeste da Argélia nesta terça-feira, deixando um sobrevivente e 102 mortos, incluindo quatro tripulantes e mulheres e crianças. O avião caiu na região montanhosa da Província de Oum El Bouaghi, acrescentou a TV privada Ennahar.

Infográfico: Os 10 piores acidentes aéreos do mundo

Saiba mais: Decolagem e pouso são as fases mais perigosas do voo

Segundo fontes ouvidas pela emissora, a aeronave viajava de Tamanrasset, no sul, em direção a Constantine, a principal cidade do leste da Argélia, e caiu perto da cidade de Ain Kercha. Há informações de que o avião levava militares e seus parentes.

Ambulâncias foram enviadas ao local do acidente, a cerca de 380 km a leste da capital Argel. Funcionários da defesa civil no local cheio de neve do acidente, que fica a 50 km de Constantine, afirmaram que mulheres e crianças estão entre os mortos.

O C-130, construído pela Lockheed, pôde ser visto quebrado em três partes. Um funcionário de inteligência disse à Associated Press que a queda matou 102 das pessoas a bordo, mas uma matéria da mídia argelina indicou 99 mortos.

O coronel Lahmadi Bouguern, porta-voz da região militar leste, disse à agência de notícias que o acidente foi causado por falta de visibilidade e pelos ventos fortes que atingiram a região nos últimos dias.

O pior acidente aéreo da história da Argélia aconteceu em 2003, quando 102 pessoas morreram na queda de um avião civil no fim da pista em Tamanrasset. Em novembro de 2012, um avião de carga militar argelino caiu no sul da França, deixando seis mortos.

*Com AP, Reuters e BBC

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas