Secretário de Estado disse os EUA tinham preocupações de que reivindicações marítimas da China são um esforço para ganhar um lento controle dos oceanos da região

Reuters

A China acusou os Estados Unidos de minar a paz e o desenvolvimento na região Ásia-Pacífico, depois que uma alta autoridade norte-americana disse que as preocupações estavam aumentando em relação às reivindicações chinesas no Mar do Sul da China. "Essas ações não são construtivas", disse o porta-voz do Ministério do Exterior chinês, Hong Lei, em declaração divulgada na noite de sábado.

Lei: Disputa no Mar da China aumenta tensão na Ásia

Exercícios militares de Taiwan ocorreram após guarda costeira filipina matar pescador taiwanês
Reuters
Exercícios militares de Taiwan ocorreram após guarda costeira filipina matar pescador taiwanês

"Recomendamos que os EUA mantenham uma atitude racional e justa para que possam ter um papel construtivo na paz e desenvolvimento da região, e não o contrário", disse Lei.

O secretário adjunto de Estado norte-americano para Assuntos da Ásia Oriental e do Pacífico, Danny Russel, disse em depoimento no Congresso na quarta-feira que os EUA tinham crescentes preocupações de que as reivindicações marítimas da China eram um esforço para ganhar um lento controle dos oceanos da região.

As reivindicações da China "criaram incerteza, insegurança e instabilidade", disse Russel. China, Filipinas, Vietnã, Taiwan, Malásia e Brunei reivindicam partes do mar que fornece dez por cento da pesca global e é responsável por US$ 5 trilhões em comércio por transporte.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.