Sudão do Sul e rebeldes assinam cessar-fogo

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Acordo para o fim das hostilidades deve ao menos dar pausa em 5 semanas de conflito com 500 mil desalojados

O governo do Sudão do Sul e os rebeldes que o combatem assinaram um acordo para cessar as hostilidades que ao menos deve dar uma pausa em cinco semanas de conflito.

Conheça a home do Último Segundo

AP
Soldados do governo do Sudão do Sul espera para embarcar em caminhões e picapes para se dirigir às linhas de frente perto da cidade de Bor (13/1)

Dia 14: Naufrágio mata mais de 200 civis que fugiam de conflito

Negociadores nos dois lados se encontraram em Addis Ababa, Etiópia, durante semanas. A assinatura nesta quinta-feira foi o primeiro progresso real já alcançado.

O acordo poderia pôr um fim à violência que custou milhares de vidas e desalojou meio milhão de pessoas desde os embates entre o governo e os partidários do ex-vice-presidente de Riek Machar em 15 de dezembro.

Dezembro: Após 'tentativa de golpe': Sudão do Sul impõe toque de recolher

Uma equipe técnica foi estabelecida para acompanhar a implementação do acordo. Jose Barahona, o diretor da Oxfam no país, disse que o pacto dão à mais nova nação do mundo "uma nova chance".

*Com AP

Leia tudo sobre: sudão do sul

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas