Irã promete suspender parte das atividades nucleares a partir do dia 20

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Acordo permitirá ao Irã algum alívio nas sanções econômicas no início de sua implementação

Reuters

Seis potências mundiais e o Irã concordaram em iniciar a implementação de um acordo nuclear temporário em 20 de janeiro, disse a chefe de Relações Internacionais da União Europeia, Catherine Ashton, em um comunicado neste domingo. A partir desse dia, o país vai suspender parte de suas atividades nucleares.

Conheça a nova home do Último Segundo

AP
Vice-chanceler do Irã, Abbas Araghchi, cumprimenta diretor-geral da AIEA, Yukiya Amano, antes de encontro em Viena, Áustria (28/10/2013)

Com a decisão, o Irã terá algum alívio nas sanções contra o país a partir do primeiro dia da implementação do acordo nuclear, incluindo a suspensão de sanções contra suas exportações petroquímicas, disse uma autoridade sênior dos Estados Unidos.

Leia também: ‘Paz está ao alcance’, diz presidente do Irã em primeiro discurso na ONU

O funcionário afirmou a jornalistas que o alívio imediato, que depende de a agência nuclear da ONU confirmar que o Irã está cumprindo o acordo, será também aplicável a importações para a sua indústria de fabricação de automóveis e comércio de ouro e outros metais preciosos.

Ashton representa seis países - Estados Unidos, Rússia, China, França, Grã-Bretanha e Alemanha - em contatos diplomáticos com o Irã relacionados ao impasse nuclear.


Leia tudo sobre: mundoirãsançõesormed

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas