Vídeos postados por internautas mostram a aeronave derrapando na pista após problemas no trem de pouso

Reuters

Vinte e nove pessoas se feriram na manhã deste domingo depois que um Boeing 767 da Saudia (Saudi Arabian Airlines), companhia aérea da Arábia Saudita, fez um pouso de emergência no aeroporto de Medina, na região oeste do país, confirmou a Autoridade Geral de Aviação Civil do país.

Conheça a home do Último Segundo

Dezessete feridos foram tratados no próprio aeroporto, ao passo que 12 foram levados para o hospital. Segundo um porta-voz da Saudi Arabian Airlines, que não quis se identificar, três pessoas estão em estado grave.

Leia também: Levantamento revela que lugar mais seguro do avião é a parte de trás

O vôo, que vinha de Mashhad, no Irã, trazia 299 passageiros e 16 tripulantes e sofreu um problema técnico no trem de pouso, segundo a Autoridade Geral de Aviação Civil. O piloto chegou a relatar um problema em uma das rodas traseiras da aeronave.

Uma testemunha no aeroporto de Medina, que falou sob condição de anonimato por não ter autorização para conversar com a imprensa, relatou que o avião pousou depois de duas tentativas mal-sucedidas.

Mais:
Acidentes aéreos mataram 3,5 mil pessoas no Brasil desde 1928
Ouça: caixas-pretas mostram frieza de pilotos nos segundos finais

Boeing 767 da Saudia teve problema no trem de pouso
Arquivo/Divulgação
Boeing 767 da Saudia teve problema no trem de pouso

O porta-voz da Saudia disse que o avião era de outra companhia e fora alugado. "A Boeing já tem conhecimento do acidente e está reunindo mais informações", disse a companhia.

Fotos e vídeos postados na Internet mostram o avião derrapando na pista com a asa da direita seriamente danificada. Segundo o porta-voz da Saudia, as imagens são autênticas.

Controlada pelo governo saudita, a Saudia é a companhia aérea número 1 do país. No momento, passa por processo que vai trasformá-la em duas companhas diferentes, que, posteriormente, serão concedidas à iniciativa privada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.