Putin promete 'aniquilar terroristas' após ataques na Rússia

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Dois atentados a bomba em menos de 24 horas mataram 34 e deixaram cerca de 60 feridos em Volgogrado

O presidente russo Vladimir Putin prometeu lutar contra terroristas até sua “total aniquilação” em sua primeira declaração pública após os dois atentados a bomba ocorridos em menos de 24 horas na cidade de Volgogrado, antiga Stalingrado, no sul do país. Os ataques ocorridos no domingo (29) e na segunda-feira (30) deixaram 34 mortos e cerca de 60 feridos, de acordo com a BBC.

Conheça a home do Último Segundo

STRINGER/RUSSIA/REUTERS/Newscom
Ataque a trólebus em Volgogrado, o segundo em menos de 24 horas na cidade

"Nós vamos dura e consistentemente continuar na luta contra os terroristas até a sua completa aniquilação”, afirmou Putin em mensagem de ano novo. "Nós inclinamos nossas cabeças na frente das vítimas dos terríveis atos de terror", complementou. Nenhum grupo assumiu a autoria dos ataques.

Leia também:

Ataque a bomba pelo 2º dia seguido deixa ao menos 14 mortos na Rússia

Mulher-bomba é responsável por ataque que matou pelo menos 16 na Rússia

Putin determina reforço em segurança após dois ataques em menos de 24h

Volgogrado está logo acima da região rebelde do Norte do Cáucaso, onde há uma série de províncias de maioria muçulmana que inclui a Chechênia, onde a Rússia lutou duas guerras contra separatistas nas últimas duas décadas. A cidade tem cerca de 1 milhão de habitantes, e pe um importante centro de transportes no sul da Rússia, localizada a cerca de 690 quilômetros a nordeste de Sochi, que vai receber os Jogos Olímpicos de Inverno a partir de 7 de fevereiro.

Leia tudo sobre: rússiaputinatentadosegurançaviolênciaterrorismoterrorvolgogrado

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas