Cinzas do rapaz devem chegar ao Brasil em 20 a 30 dias. Ele desapareceu em 28 de outubro após pedir ajuda à irmã

O corpo do brasileiro Paulo Roberto Rodrigues Reis Netto, de 23 anos, encontrado na Baía de São Francisco, será cremado nos Estados Univos, segundo informou um tio do rapaz, Paulo César Reis,  à TV Anhanguera. A expectativa da família é que as cinzas cheguem ao País em 20 a 30 dias.

Conheça a home do Último Segundo

Paulo Roberto Rodrigues Reis Netto, de 23 anos, estava desaparecido desde outubro
Futura Press
Paulo Roberto Rodrigues Reis Netto, de 23 anos, estava desaparecido desde outubro

A família de Reis Netto ainda não sabe a causa da morte do rapaz. “Não nos passavam informação que eles já tinham, de com quem ele esteve, quem pegou o cartão dele, onde ele esteve no dia anterior. Nada disso nos foi informado. Nós ficavamos fazendo investigação por conta propria“, afirmou o tio do rapaz. 

A confirmação de que era de Reis Netto o corpo que flutuava na água perto de McCovey Cove, na Baía de São Francisco, há seis semanas, saiu na sexta-feira. 

Desaparecimento

Reis Netto estava desaparecido desde 28 de outubro, quando ligou às 23 horas em pânico para sua irmã no Brasil, pedindo que ela ligasse para a polícia porque estava sendo seguido. "'Ana, estou com problemas. Há algumas pessoas me seguindo e preciso de ajuda. Chame a polícia. Chame um táxi. Mande alguém para me encontrar'", disse sua irmã, Ana Reis, citando o último diálogo com o irmão.

Veja imagens de outros brasileiros mortos no exterior:

Ele também telefonou para um amigo em Los Angeles, onde estudava artes. "Ele dizia 'Kevin, por favor, me ajude, me ajude, me ajude", afirmou Kevin Viriato, um colega de classe de Reis Netto. "Eu disse que, se ele estava com problemas, tinha de ligar para a polícia. Ele respondeu 'oh, oh, oh' e então desligou."

Do Brasil, a irmã disse ter ligado para o Departamento de Polícia. Mas, quando os oficiais chegaram ao local de onde a ligação havia sido feita, ele não estava mais lá. Ana e a mãe de Netto viajaram até São Francisco para procurá-lo, mas ele continuou desaparecido até divulgação do resultado do exame de DNA que identificou o rapaz na sexta.

São Francisco

Reis chegou a São Francisco em 25 de outubro para pesquisar informações de uma escola de arte da região. Segundo parentes, a previsão era de que ele ficasse na cidade californiana por dois dias, mas ele decidiu estender sua permanência depois de conhecer uma pessoa.

No início de novembro, a polícia publicou uma foto de uma câmera de segurança mostrando um homem não identificado usando o cartão de crédito do brasileiro em um McDonalds. Apesar de a polícia ter pedido ajuda para identificar o homem, não conseguiu rastreá-lo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.