Bombardeio na Síria mata pelo menos 36 pessoas, incluindo 15 crianças

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Ofensiva foi orquestrada por helicópteros do governo de Bashar al-Assad, na zona norte da cidade de Aleppo

Reuters

MOLHEM BARAKAT/REUTERS/Newscom
Vídeo produzido por ativistas locais mostram um incêndio em uma rua estreita, coberta de detritos e poeira após um ataque aéreo do governo de Bashar al-Assad

Trinta e seis pessoas, quase metade delas crianças, morreram neste domingo (15) durante bombardeio de helicópteros do exército sírio na zona norte da cidade de Aleppo, disse o uma entidade de Direitos Humanos.

Conheça a nova home do Último Segundo

ONU confirma uso repetido de armas químicas na Síria

Força-tarefa se reúne para retirada de armas químicas da Síria

Vídeo produzido por ativistas locais mostraram um incêndio em uma rua estreita, coberta de detritos e poeira após um ataque aéreo no distrito de Karam el-Beik. A entidade de direitos humanos baseada na Grã-Bretanha disse que pelo menos 15 dos mortos eram crianças.

Os representantes de direitos humanos também disseram que o número de mortos em um ataque sectário por rebeldes islâmicos na quarta-feira, na cidade de Adra, a nordeste de Damasco, havia subido para 28.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas