Diálogo para pôr em prática acordo nuclear está avançando, diz Irã

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Acordo preliminar alcançado no mês passado, depois de uma maratona de conversações em Genebra, é visto como um primeiro passo para a solução de um impasse

Reuters

Autoridades de alto escalão do Irã indicaram nesta terça-feira (10) que houve avanços nas conversações em nível de especialistas iranianos e de seis potências mundiais sobre a implementação de um histórico acordo nuclear.

Conheça a nova home do Último Segundo

Entenda: Irã e seis potências firmam acordo sobre programa nuclear

Getty Images
Políticos e analistas estão céticos quanto a negociações; população se diz otimista

Mas eles acrescentaram que o encontro, que começou na segunda-feira (9) na sede da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) - o órgão de supervisão nuclear da ONU ─ , em Viena, entraria em seu terceiro dia na quarta-feira. A meta é discutir os detalhes da implementação do acordo interino de 24 de novembro, pelo qual o Irã se compromete a restringir seu controverso programa nuclear em troca de um alívio nas sanções que vêm afetando sua economia dependente de petróleo.

"As discussões estão muito tranquilas", disse o chefe da delegação iraniana, Hamid Baeedinejad, depois do segundo dia de negociações. "Nós informamos nossos pontos de vista uns aos outros com relação a aspectos da implementação de todas as medidas. Esse foi um ensaio muito bom", disse ele a repórteres. "Nós estamos tentando ter uma compreensão unificada de todas as medidas."

Antes: Líder supremo do Irã nega que país vá ceder em diálogo nuclear

Chanceler britânico acredita que acordo com Irã está ao alcance

Artigo: Mudança de postura dos EUA com Irã redesenha relações no Oriente Médio

Autoridades do Irã, Estados Unidos, China, Grã-Bretanha, França, Alemanha, Rússia, União Europeia e da AIEA compareceram ao encontro na capital austríaca. Ao ser perguntado sobre se houve um bom avanço nas conversas, o embaixador do Irã na AIEA, Reza Najafi, dissera antes aos repórteres: "Sim, vamos continuar amanhã."

O acordo preliminar alcançado no mês passado, depois de uma maratona de conversações em Genebra, é visto como um primeiro passo para a solução de uma década de impasse sobre as suspeitas de que o Irã possa estar secretamente procurando desenvolver a capacidade de fabricar armas nucleares ─ uma percepção que elevou o risco de uma ampla guerra no Oriente Médio.

Leia tudo sobre: MUNDOIRADIALOGOAVANCA

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas