África do Sul homenageia Mandela com dia nacional de preces e reflexão

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Assim como Dilma e ex-presidentes brasileiros, presidente dos EUA estará presente em evento de terça em estádio

Os sul-africanos se dirigiram neste domingo para locais de culto para um dia nacional de preces e reflexão em honra do ex-presidente Nelson Mandela, dando início aos eventos programados que culminarão no que provavelmente será um dos maiores enterros dos tempos modernos.

Conheça a home do Último Segundo

Galeria de fotos: Veja imagens de Mandela, ex-presidente da África do Sul

Reuters
Menina reza durante serviço religioso para o ex-presidente Nelson Mandela na Igreja Regina Mundi, em Soweto (8/12)

Saiba mais: Leia todas as notícias sobre a morte de Mandela

Infográfico: Nelson Mandela e a África do Sul

Na famosa Igreja de Regina Mundi, localizada perto do epicentro do levante de Soweto contra a dominação branca, em 1976, o o padre Sebastian J. Rossouw descreveu Mandela como a "luz da lua", afirmando que ele ofereceu uma luz guia para a África do Sul. Centenas compareceram à missa na pequena igreja que ainda mantém as cicatrizes do conflito.

Ícone antiapartheid: Morre aos 95 anos Nelson Mandela

'Mulherengo': As mulheres que amaram Mandela

"Madiba não duvidou da luz", disse Rossouw, chamando o primeiro presidente negro do país pelo nome de seu clã. "Ele abriu caminho para um futuro melhor, mas ele não pode fazê-lo sozinho."

Durante o serviço religioso, fiéis ofereceram preces especiais para o líder antiapartheid e acenderam uma vela em sua honra em frente do altar. Do lado do santuário, havia uma foto em preto e branco de Mandela, que morreu na quinta-feira (5) aos 95 anos.

Adeus a Mandela: Ex-presidentes acompanham Dilma à África do Sul

'Herói', 'símbolo' e 'modelo': Mandela é unanimidade na imprensa mundial

Um serviço nacional em memória de Mandela será realizado na terça-feira no Estádio FNB (Soccer City), em Johanesburgo. A presidente Dilma Rousseff participará do evento acompanha pelos ex-presidentes José Sarney (1985-1990), Fernando Collor de Mello (1990-1992), Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) e Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010).

Pessoas se dão as mão enquanto reverendo Ndumiso Gawe lidera prece do lado de fora da casa de ex-presidente Nelson Mandela em Johanesburgo, África do Sul (8/12). Foto: APMulher segura bíblia e programação durante serviço religioso em Soweto (8/12). Foto: ReutersWinnie Madikizela-Mandela (E), ex-mulher de Nelson Mandela, chega para missa na Igreja de Bryanston Methodist, em Johanesburgo (8/12). Foto: APWinnie Madikizela-Mandela, ex-mulher de Nelson Mandela (E), e o presidente sul-africano, Jacob Zuma (C), rezam em honra de Mandela em Johanesburgo (8/12). Foto: APJovens de coro participam de missa matinal em memória de Nelson Mandela na Igreja Regina Mundi, em Soweto (8/12). Foto: APFoto do ex-presidente sul-africano é cercada de flores, velas e mensagens de condolência na Praça Nelson Mandela em Sandton, Johanesburgo (8/12). Foto: APMulher canta durante serviço religioso para o ex-presidente Nelson Mandela na Igreja Regina Mundi, em Soweto (8/12). Foto: ReutersFiel cristão reza em colina sobre Johanesburgo no dia de prece em honra a Mandela (8/12)
. Foto: APGrupo de admiradores de Mandela cantam e dançam do lado de fora de sua casa em Johanesburgo, África do Sul (7/12). Foto: APCriança possa para foto perto de flores e mensagens deixadas em frente da antiga casa de Mandela no Soweto, África do Sul (7/12). Foto: APMulher passa em frente de mural de Mandela na Cidade do Cabo, África do Sul (7/12). Foto: APMenina carregada pelo pai segura flor do lado de fora de casa de Mandela em Johanesburgo (7/12)
. Foto: APMenino com bandeira sul-africana se prepara para colocar flor em memorial improvisado para Mandela em Pretória (7/12). Foto: APPessoas lamentam morte de Mandela durante encontro na rua Vilakazi, no Soweto (6/12). Foto: ReutersCriança coberta com tecido com imagem de ex-presidente Nelson Mandela é vista do lado de fora de sua antiga casa, agora museu, em Soweto (6/12). Foto: APEm cartaz com a foto de Nelson Mandela, sul-africanos deixam mensagens de homenagem em Soweto (6/12). Foto: ReutersCom velas e muitas flores, sul-africanos se reuniram na frente da casa onde Nelson Mandela vivia para prestar homenagens (6/12). Foto: APCrianças seguram pôrteres de ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela durante encontro na rua de Vilakazie, em Soweto (6/12). Foto: ReutersCrianças são vistas cantando e dançando do lado de fora da antiga casa, agora museu, do ex-presidente em Soweto (6/12). Foto: ReutersHomem se emociona durante homenagem do lado de fora da antiga casa do líder antiapartheid, em Soweto (6/12). Foto: ReutersSul-africana se emociona durante homenagem na frente da casa onde Nelson Mandela vivia em Johanesburgo (6/12). Foto: ReutersPessoas se abraçam e se consolam do lado de fora da casa onde Nelson Mandela vivia, em Johanesburgo (6/12). Foto: ReutersCrianças colocam flores em volta de imagem de Nelson Mandela. Sul-africanos prestaram tributo ao ex-presidente (6/12). Foto: ReutersSegurando a imagem de Nelson Mandela, homem canta e dança junto a um grupo. Eles se reuniram lado de fora da antiga casa do ex-presidente em Soweto (6/12). Foto: ReutersMenina canta e segura vela durante homenagem ao ex-presidente Nelson Mandela, em Johanesburgo (6/12). Foto: ReutersMulher acende vela em homenagem ao ex-presidente Nelson Mandela em Soweto (6/12). Foto: ReutersHomem exibe camiseta com a imagem do ex-presidente Nelson Mandela em Johanesburgo (6/12). Foto: APMulheres prestam homenagem ao ex-presidente da África do Sul, conhecido mundialmente por sua luta contra o apartheid (6/12). Foto: ReutersSul-africano exibe camisa com a imagem de Nelson Mandela e dança em homenagem ao ex-presidente, que morreu aos 95 anos (6/12). Foto: ReutersMulheres se abraçam e se consolam em Soweto. O ex-presidente morou na região (6/12). Foto: ReutersRetrato de Nelson Mandela é visto em muro em Soweto, África do Sul (6/12). Foto: APMulher segura vela e se emociona durante homenagem ao líder sul-africano Nelson Mandela, que morreu aos 95 anos (6/12). Foto: ReutersGrupo canta e dança na frente da casa do ex-presidente Nelson Mandela (6/12). Foto: APMulheres lamentam morte do ícone antiapartheid Nelson Mandela do lado de fora de sua casa em Johanesburgo (6/12). Foto: APO arcebispo emérito Desmond Tutu (D) lidera uma missa em memória do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela na Catedral de St George, na Cidade do Cabo (6/12). Foto: APAbraçada com criança, mulher chora a morte do ícone antiapartheid. Sul-africanos prestaram homenagens na frente da casa de Mandela (6/12). Foto: AP

Força das palavras: Frases de Mandela que marcaram o mundo

Rúgbi: Pelo esporte, Mandela uniu negros e brancos na África do Sul

O presidente dos EUA, Barack Obama, também estará presente com a primeira-dama americana, Michelle Obama, e os ex-presidentes George W. Bush (2001-2009) e Bill Clinton (1993-2001). O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, também viajará a Johanesburgo para o evento.

O corpo do homem que forjou uma nova África do Sul multirracial será exposto nos Prédios da União, sede do governo, na capital nacional (Pretória), de quarta a sexta-feira, ao que se seguirão em 15 de domingo seu funeral e seu enterro na vila onde ele passou sua infância em uma remota área rural.

*Com AP


Leia tudo sobre: mandelamorte de mandelaáfrica do sul

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas