Caminhão com material radioativo 'perigoso' é roubado no México, diz AIEA

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Autoridades advertem que carregamento de cobalto-60, usado em radioterapias, representa riscos se for violado

Ladrões roubaram no México um caminhão carregado com uma substância radioativa extremamente perigosa usada em radioterapias de combate ao câncer, informou a agência de monitoramento nuclear da ONU nesta quarta-feira.

Conheça a nova home do Último Segundo

Crise no Japão: Operadora subestima chuva e Fukushima tem novo vazamento

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) disse ter sido informada por autoridades mexicanas que um caminhão com um carregamento de cobalto-60, que era transportado de um hospital de Tijuana, no norte do país, para um centro de armazenamento de resíduos radioativos, foi roubado na segunda-feira em Tepojaco, perto da Cidade do México.

"No momento em que o caminhão foi roubado, a fonte (radioativa) estava protegida de forma adequada. No entanto, a fonte pode ser extremamente perigosa para alguém caso seja removida de sua proteção ou se for danificada", disse a AIEA.

A agência da ONU ofereceu assistência às autoridades mexicanas, que realizam buscas pelo material.

O secretário de Energia da Comissão Nacional para Segurança e Salvaguardas Nucleares disse que o material radioativo encontrado dentro do equipamento médico está embalado de forma adequada e não representa nenhum risco se seu recipiente não for fraturado ou alterado de alguma outra forma.

*Com Reuters e AP

Leia tudo sobre: méxicoradiaçãocobalto 60aiea

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas