Videomontagem é prova de plano para matar presidente da Venezuela, diz aliado

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Diosdado Cabello, presidente do congresso nacional, mostrou animação em que um míssil cai sobre o mandatário durante discurso

O presidente da Assembleia Nacional e vice-presidente do situacionista Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), Diosdado Cabello, exibiu num programa de televisão neste domingo (1) uma animação em vídeo que mostra um míssil explodindo o plenário do congresso nacional durante um discurso do presidente do país, Nicolás Maduro.

Reprodução/Twitter
Diosdado Cabello mostra vídeo em celular que seria prova de plano para matar Nicolás Maduro, presidente da Venezuela

Segundo Cabello, o vídeo foi encontrado no telefone celular de Alejandro Silva, um dos coordenadores da campanha do oposicionista Henrique Capriles, que é governador do estado de Miranda. Para ele, a tosca montagem é uma prova de que há um plano para matar o mandatário.

Silva havia sido interrogado recentemente pela polícia federal sob a suspeita de ser um dos organizadores de manifestações políticas que tomaram as ruas de Caracas na semana passada.

"O vídeo mostra um míssil, lançado de um avião, contra o plenário do Congresso onde o presidente está falando. É nisso que eles [a oposição] estão pensando", afirmou Cabello.

Principal nome da oposição, Capriles foi derrotado por Maduro nas eleições do ano passado por uma margem estreita de votos e tem capitaneado protestos contra o governo central.

Maduro, por sua vez, tem procurado manter a unidade nacional com constantes referências ao antecessor, Hugo Chávez, quem ele diz fazer aparições como um passarinho ou até mesmo num túnel do metrô de Caracas.




compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas