Helicópteros sírios jogam barris de bombas em cidade rebelde e matam 20

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Outras 212 pessoas foram mortas na Síria no sábado, levando a contagem de mortos desde 5ª para mais de 600

Reuters

DAMASCO - Helicópteros do Exército sírio bombardearam pelo segundo dia seguido, neste domingo (1), a cidade de Al-Bab, que fica no norte do país e é controlada pelos rebeldes. A ação com bombas improvisadas em barris matou 20 pessoas em um distrito comercial, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Conheça a nova home do Último Segundo

O grupo afirmou que o número de mortos pode aumentar porque muitas pessoas foram severamente feridas no ataque, que ocorreu um dia depois que 26 pessoas foram mortas em uma ofensiva similar na mesma cidade pelas forças do presidente Bashar al-Assad.

O organização também disse que três rebeldes das Brigadas Tawhid foram mortos no ataque de sábado, que pareceu ter como alvo seu quartel-general em Al-Bab.

STRINGER/REUTERS/Newscom
Rebeldes sírios se protegem do frio em subúrbio de Damasco


A investida de domingo pode ter visado outro grupo rebelde, segundo o grupo. Entretanto, os barris de bomba --cilindros ou barris de petróleo cheios de explosivos-- são geralmente atirados de helicópteros e raramente atingem os alvos com precisão.

O Observatório informou que 212 pessoas foram mortas na Síria no sábado, levando a contagem de mortos desde quinta-feira para mais de 600.

Há poucos sinais de que a diplomacia irá por um fim ao conflito e os combates, na verdade, têm aumentado gradativamente desde que a Organização das Nações Unidas anunciou na segunda-feira que uma conferência de paz que há muito tempo vinha sendo adiada será realizada em Genebra em 22 de janeiro.

Leia tudo sobre: MANCHETESSIRIAATAQUECIDADEREBELDE

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas