Vietnã anuncia multas de R$ 10 mil a críticos do governo nas redes sociais

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Lei classifica como "ideologia reacionária" os comentários contra o regime; número de prisões no país teve forte alta

Reuters

O Vietnã vai aplicar multas de 100 milhões de dongues (R$ 10.955 mil) a qualquer pessoa que criticar o governo nas redes sociais, de acordo com uma lei anunciada nesta semana, a medida mais recente de uma ampla investida repressiva do regime comunista contra os dissidentes.

Conheça a nova home do Último Segundo

Comentários não enquadrados como delitos criminais darão origem a multas se considerados "propaganda contra o Estado" ou disseminação de "ideologia reacionária", segundo a lei assinada pelo primeiro-ministro Nguyen Tan Dung.

O Vietnã tem sido repetidamente criticado pelo duro tratamento e longas penas de prisão impostos a blogueiros que criticaram o regime de partido único. O número de prisões e condenações teve forte alta nos últimos quatro anos.

Mais: Vietnamita ganha dinheiro achando bombas não detonadas da guerra; assista

A linguagem do novo decreto é vaga e não explicita que tipo de comentário equivale a delito criminal, passível de punição com prisão, ou uma "violação administrativa", que resulta em multa.

O uso da Internet deu um salto no país, de cerca de 90 milhões de pessoas, das quais um terço está conectado e cerca de 20 milhões tem contas no Facebook, de acordo com um relatório divulgado em um seminário sobre tecnologia da informação na cidade de Ho Chi Minh, em setembro.

Um usuário do Facebook que fazia campanha online pela libertação do irmão preso por criticar o governo foi vítima da mesma legislação e, no mês passado, sentenciado a 15 meses de prisão domiciliar.

Leia tudo sobre: vietnãregimemultasredes sociais

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas