Em reunião, papa e presidente russo discutem saída para conflito na Síria

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Relações entre a Igreja Católica e a Rússia são complicadas há muito tempo devido às acusações de que o Vaticano tentou atrair os fiéis da Igreja Ortodoxa

Reuters

AP Photo/Claudio Peri, Pool
Putin e Francisco se reuniram por 35 minutos na biblioteca privada do Papa

O papa Francisco e o presidente russo, Vladimir Putin, se reuniram nesta segunda-feira (25) e discutiram a situação na Síria e os problemas que os cristãos enfrentam ao redor do mundo, mas não tocaram na tensa relação entre o Vaticano e a Igreja Ortodoxa russa.

Conheça a nova home do Último Segundo

Confira todas as notícias sobre o Papa Francisco

Papa diz se confessar a cada 15 dias por ser ‘pecador’

A reunião de 35 minutos no Vaticano foi o primeiro encontro entre Francisco e Putin, que no passado também se reuniu com os papas João Paulo 2º e Bento 16. "Foi uma reunião cordial e construtiva", disse a jornalistas o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, após o encontro.

As relações entre a Igreja Católica e a Rússia são complicadas há muito tempo devido às acusações de que o Vaticano tentou atrair os fiéis da Igreja Ortodoxa, o que a Santa Sé nega. Putin cumprimentou Francisco em nome do Patriarca Kirill, líder da Igreja Ortodoxa russa, mas não falou com ele sobre as tensões entre as instituições, disse Lombardi. Tampouco foi discutida uma possível visita do papa à Rússia.

Leia tudo sobre: MUNDORELIGIAOPAPARUSSIApapa FranciscoIgreja CatólicaPutinVladimir Putin

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas