Irã promete começar implementação de acordo nuclear até o fim do ano

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Obama declarou que sem recuo do programa nuclear nos próximos seis meses, sanções comerciais serão retomadas

Reuters

O chanceler do Irã, Mohammad Javad Zarif, disse neste domingo (24) que o país vai começar a implementar nas próximas semanas o acordo fechado com seis potências mundiais sobre o programa nuclear iraniano, e que a República Islâmica está disposta a iniciar negociações por um acordo definitivo.

Conheça a nova home do Último Segundo

Entenda: Irã e seis potências firmam acordo sobre programa nuclear

REUTERS/Denis Balibouse
O chanceler iraniano Mohammad Javad Zarif cumprimenta o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, após fechar o acordo

"Nas próximas semanas --até o fim do ano cristão-- vamos começar o programa pela primeira fase. Ao mesmo tempo, estamos preparados para começar negociações por uma resolução final a partir de amanhã (segunda, 25)", disse Zarif em entrevista transmitida ao vivo pela TV estatal iraniana.

Acordo

Após mais de quatro dias de negociação, Irã e outras seis grandes potências chegaram a um acordo para frear o programa nuclear de Teerã em troca do alívio de US$ 4,2 bilhões nas sanções econômicas contra o país. Este é o primeiro avanço em um impasse que se estende há uma década. O presidente Barack Obama declarou que se o Irã não cumprir o acordo nos próximos seis meses, as sanções poderão ser retomadas.

O acordo foi firmado entre o estado islâmico e os Estados Unidos, França, Alemanha, Grã Bretanha, China e Rússia. 

O programa nuclear iraniano tem sido alvo de questionamentos internacionais por evitar inspeções e inquéritos da ONU, que visavam apurar a suspeita de que Teerã estivesse refinando urânio secretamente para uso em bombas atômicas. O governo iraniano sempre nega que o enriquecimento de urânio tenha fins militares.

Leia tudo sobre: MUNDOIRAACORDOIMPLEMENTACAO

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas