Ex-chanceler israelense volta ao governo após ser inocentando por tribunal

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Corte de Jerusalém decidiu por unanimidade absolver Lieberman das acusações de fraude e quebra de confiança

Reuters

O ex-chanceler israelense Avigdor Lieberman vai voltar ao governo após ser inocentado em um julgamento de corrupção nesta quarta-feira, afirmou o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu.

Conheça a nova home do Último Segundo

AP
Ex-chanceler israelense Avigdor Lieberman sorri enquanto deixa tribunal em Jerusalém

"Quero parabenizá-lo pela absolvição unânime e estou feliz com seu retorno ao governo israelense para que possamos continuar trabalhando juntos para o bem do povo de Israel", disse Netanyahu a Lieberman, de acordo com um comunicado do gabinete do primeiro-ministro.

Israel: Chanceler renuncia após indiciamento por quebra de confiança

Acusação: Chanceler de Israel é indiciado por quebra de confiança

O premiê não disse que papel Lieberman terá governo, mas Netanyahu manteve o posto de chefe do Ministério das Relações Exteriores vago enquanto aguardava o veredicto do ex-chanceler.

Um tribunal de Jerusalém decidiu, por unanimidade, absolver Lieberman, que foi acusado de fraude e quebra de confiança por alegações de que nomeou um diplomata israelense como embaixador em troca de informações sobre uma investigação policial a seu respeito.

Jerusalém: Reeleição de prefeito representa derrota para ex-chanceler

"Este capítulo está agora no passado", disse Lieberman a repórteres em breve declaração do lado de fora do tribunal.

Leia tudo sobre: israelliebermanchancelernetanyahu

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas