Mulher estava dirigindo em uma área próxima da fronteira para levar seu pais ao hospital quando foi parada pela polícia; mulheres sauditas protestam pelo direito de dirigir

Reuters

Uma mulher do Kuwait foi presa na Arábia Saudita por tentar levar seu pai, de carro, para o hospital, informou neste domingo um jornal do Kuwait, uma semana depois de mulheres sauditas terem protestado contra a regra que proíbe as mulheres de dirigir.

Conheça a nova home do Último Segundo

Leia mais: Mulheres sauditas desafiam governo e exigem o direito de dirigir

As mulheres do Kuwait são livres para dirigir em seu país e possuem muito mais direitos do que a população feminina na Arábia Saudita, onde as mulheres não podem viajar para o exterior, abrir conta bancária ou trabalhar sem a permissão de um parente do sexo masculino.

Imagem de mulher dirigindo na Arábia Saudita faz parte de campanha para acabar com a proibição
AP
Imagem de mulher dirigindo na Arábia Saudita faz parte de campanha para acabar com a proibição


O jornal Kuwait Times disse que a mulher estava dirigindo em uma área próxima da fronteira, tendo seu pai como passageiro, quando foi parada pela polícia.

A mulher, que argumentou que seu pai, diabético, não estava em condições de dirigir e precisava chegar ao hospital para tratamento, está sendo mantida sob custódia para investigação, disse o jornal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.