Atirador abre fogo em aeroporto de Los Angeles e mata agente de segurança

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Suspeito do ataque foi detido; segundo corpo de bombeiros, incidente deixou ao menos sete feridos

Um atirador com um fuzil semiautomático disparou em um terminal do aeroporto internacional de Los Angeles, nos EUA, nesta sexta-feira (1º), matando um agente de segurança e deixando vários feridos, informaram autoridades. O suspeito foi atingido por um disparo após uma troca de tiros com policiais e levado sob custódia.

Conheça a nova home do Último Segundo

Reprodução/Twitter
Fuzil e sangue são vistos no chão de terminal do aeroporto de Los Angeles, EUA

Autoridades afirmaram durante coletiva que não havia nenhum indício de ameaça nesta sexta-feira (1º) no terceiro maior aeroporto dos EUA, que é a maior porta de saída de voos para a Ásia, Austrália e Nova Zelândia.

O chefe da polícia aeroportuária de Los Angeles, Patrick Gannon, disse que o atirador entrou no terminal, tirou o fuzil de uma sacola e começou a atirar. Depois, ele disparou no posto de controle do terminal 3, onde um agente de segurança estava checando documentos de passageiros, antes de entrar na área de segurança.

Agentes trocaram tiros com o atirador e o levaram sob custódia. Até o momento, autoridades acreditam que ele agiu sozinho, segundo Gannon. 

A maioria dos passageiros foi retirada do aeroporto, enquanto outros foram mantidos em restaurantes e saguões. O aeroporto foi vasculhado por precaução e uma unidade antibomba compareceu ao local.

Tim Kauffman, porta-voz da Federação dos Funcionários do Governo Americano em Washington, confirmou a morte de um agente da Administração de Segurança dos Transportes (TSA, sigla em inglês). Ele disse que a informação do sindicato veio de autoridades locais em Los Angeles.

Veja imagens do incidente em Los Angeles:

Agentes da Segurança de Transportes se abraçam após tiroteio no Aeroporto de Los Angeles, nos EUa. Foto: APDisparos no aeroporto de Los Angeles. Foto: APSegundo fontes ouvidas pela rede CNN, o suspeito de realizar o ataque está sob custódia. Foto: APApresentador do programa Mythbusters publica foto em seu Twitter dos passageiros sendo retirados de terminais do aeroporto de Los Angeles. Foto: Reprodução/TwitterPolicial interdita área onde suspeito teria feito os disparos. Foto: ReutersTerminais 2 e 3 do aeroporto foram evacuados depois dos registros de tiros. Foto: APEquipes de emergência responderam a um incidente com . Foto: APSuspeito teria teria aberto fogo contra um posto de segurança por volta das 9h30 do horário local (14h30 em Brasília). Foto: APBarack Obama, está sendo continuamente informado sobre os detalhes do incidente no aeroporto de Los Angeles. Foto: APAviões que iriam aterrissar no aeroporto foram impedidos de decolar dos seus locais de origem. Foto: AP

O Centro Médico Ronald Reagan da UCLA disse ter recebido "três vítimas do sexo masculino do tiroteio do aeroporto internacional de Londres. Um chegou em estado grave e os outros dois estão em boas condições".

O chefe interino do Corpo de Bobeiros Jim Featherstone disse que paramédicos trataram sete pessoas no local e seis delas foram levadas a hospitais. O tráfego aéreo foi afetado em todo o país.

'Todos entraram em pânico'

O passageiro Robert Perez relatou que estava tirando um cochilo no terminal 3, antes de embarcar, quando presenciou momentos de pânico.

"Eu ouvi sons de tiros, e todo mundo estava correndo para se proteger", disse Perez. Seundo seu relato, ao menos 100 pessoas começaram a correr pelas escadarias. "Todos entraram em pânico", disse Perez.

De acordo com ele, os passageiros foram direcionados a entrar em um ônibus e levados a um terminal menor.

No Twitter, Tory Belleci, um dos apresentadores do programa de televisão americano Mythbusters (Caçadores de Mitos, no Brasil), que estava no local, publicou uma foto do momento em que o aeroporto foi evacuado.

"Disparos de tiros foram ouvidos e então todo mundo começou a correr pela porta. Não tenho certeza se alguém ficou ferido", escreveu.

Com Reuters e AP

Leia tudo sobre: los angeleseuaaeroporto de los angelesdisparos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas