Soldados do Quênia são presos acusados de saquear shopping alvo de ataque

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Um terceiro soldado está sob investigação; chefe do Exército afirmou que os dois já foram afastados

Dois soldados quenianos foram afastados por saquear produtos durante o cerco mortal ao shopping Westgate em Nairóbi no mês passado, disse o chefe do Exército do Quênia nesta terça-feira (29).

Conheça a nova home do Último Segundo

AP
Um grupo de soldados quenianos saem de uma loja carregando sacolas cheias de itens que eles não possuiam em imagens gravadas anteriormente

Nairóbi: Câmeras flagram soldados saqueando shopping alvo de ataque

Setembro: Terroristas mantêm reféns após ataque em shopping no Quênia

O general Julius Karangi, chefe do Exército do Quênia, identificou os soldados como Victor Otieno e Victor Ashundu e disse que eles estavam em prisão temporária aguardando uma acusação formal.

Ele disse que dois soldados foram encontrados com celulares, câmeras e carregadores roubados do shopping durante o ataque.

Imagens: Policial rasteja e salva família de ataque em shopping no Quênia

Mais: 'Fingi estar morta', diz mãe que escapou com filhos de ataque no Quênia

Fontes: Norueguês teria participado de ataque a shopping no Quênia

"A disciplina é nosso principal ponto de conduta e não estamos brincando com essa questão", disse. "Por isso tomamos uma atitude com esses soldados. Dois deles estão presos e foram desligados enquanto um terceiro está sob investigação."

Assista ao vídeo:

Anteriormente, Karangi afirmou que os soldados haviam apenas roubado água do shopping durante o ataque de 21 de setembro. Mas imagens de câmeras de segurança recentemente divulgadas mostram algumas tropas quenianas carregando sacolas com itens de uma loja durante os quatro dias de cerco ao shopping de Nairóbi.

O ataque foi o maior no Quênia desde os atentados de 1998 contra a Embaixada dos EUA em Nairóbi. O grupo extremista islâmico Al-Shabab reivindicou responsabilidade pelo ataque ao shopping, dizendo que foi uma retaliação ao envolvimento militar do Quênia na Somália.

Com AP

Leia tudo sobre: quêniaataqueshoppingnairóbiwestgateataque a shoppingsaque

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas