Promotoria de Portugal ordena reabertura de investigação do caso Madeleine

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Garota desapareceu em 2007 durante férias da família em Portugal; reabertura ocorre após revisão das evidências

BBC
Madeleine, em foto tirada na época do desaparecimento

Promotores portugueses ordenaram a polícia a reabrir suas investigações sobre o desaparecimento da garota britânica Madeleine McCann depois que uma revisão das evidências revelou novas pistas do caso, informou a polícia britânica e uma emissora estatal de Portugal nesta quinta-feira (24).

Conheça a nova home do Último Segundo

O gabinete do Ministério Público anunciou que decidiu reabrir o caso depois que surgiram "novas indicações", informou a Radiotelevisão Portuguesa nesta quinta, acrescentando que o comunicado não deu mais detalhes.

O porta-voz da família McCann Clarence Mitchell confirmou que a investigação foi reaberta e disse que os pais da garota farão um comunicado mais tarde.

Caso Madeleine: Duas testemunhas teriam dado mesmo nome a suspeito

Scotland Yard: Polícia britânica tem nova pista no sumiço da menina Madeleine

A Scotland Yard disse em comunicado em Londres que a decisão da promotoria de Portugal "segue a descoberta de novas linhas do inquérito resultadas de uma revisão interna da investigação original feita pela (polícia) portuguesa".

Segundo a Scotland Yard, a investigação portuguesa correrá paralelamente aos esforços britânicos para descobrir o que aconteceu com a garota que desapareceu pouco antes de seu aniversário de quatro anos durante as férias da família no sul de Portugal em maio de 2007.

Reino Unido: 'Versão dos acontecimentos no caso Madeleine mudou'

Mapeamento: Telefones celulares podem ser nova chave para caso Madeleine

A polícia portuguesa encerrou o caso em 2008, porque as autoridades não detectaram nenhum crime. Uma equipe de detetives de Porto, ao norte de Portugal, começou a revisar as evidências há quase dois anos.

A polícia britânica também vem investigando os arquivos do caso em Portugal e disse ter identificado novos caminhos de investigação.

Com AP

Leia tudo sobre: madeleinemadeleine mccannmccannportugalreino unido

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas