Avião de combate a incêndio cai a Austrália e piloto morre

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Queda de aeronave ocorreu no Parque Nacional Budawang, área de deserto popular por trilhas e campings

Reuters

Um avião que combatia as chamas de um dos incêndios florestal ao sul da maior cidade da Austrália, Sidney, caiu em um parque nacional nesta quinta-feira (24), matando o piloto e provocando um novo foco de fogo além dos 55 que ainda queimam no Estado de Nova Gales do Sul.

Conheça a nova home do Último Segundo

AP
Helicóptero joga água em floresta em Faulcombridge, a 85 quilômetros de Sidney, Austrália

O acidente aconteceu à medida que o vento forte e o ar seco causaram um aumento das chamas que atingem montanhas a oeste de Sidney há uma semana, fechando estradas e invadindo um vale que leva à região metropolitana.

Austrália: Exercícios militares teriam provocado grande incêndio florestal

Melhora: Leve queda de temperatura e garoa aliviam incêndios florestais

Equipes de emergência confirmaram que um homem de 43 anos morreu quando o avião de lançamento de água que ele pilotava caiu no Parque Nacional Budawang, 270 km a sudoeste de Sydney, uma área de deserto popular por trilhas e campings.

Equipes de resgate não conseguiram recuperar o corpo devido aos ventos fortes, fumaça e do terreno acidentado.

Mais de 200 casas foram destruídas em Nova Gales do Sul desde quinta-feira passada, quando os incêndios começaram nos arredores de Sidney. Um homem morreu vítima de ataque cardíaco enquanto tentava salvar sua casa.

Leia tudo sobre: austráliaincêndioincêndio florestalpilotoaviãomortefogo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas