Informação sobre Tamerlan Tsarnaev, morto pela polícia dias depois do atentado, foram relatadas por checheno

O suspeito de realizar o ataque à maratona de Boston Tamerlan Tsarnaev, morto pela polícia, participou de um triplo homicídio, afirmou um imigrante checheno já morto citado em documentos federais contidos no processo de Dzhokhar Tsarnaev , suspeito sobrevivente do atentado.

Conheça a nova home do Último Segundo

Tamerlan Tsarnaev, sorri após ganhar um troféu por vencer competição de boxe em Lowell, Massachusetts
AP
Tamerlan Tsarnaev, sorri após ganhar um troféu por vencer competição de boxe em Lowell, Massachusetts

Segundo o documento, Ibragim Todashev afirmou aos investigadores que Tamerlan Tsarnaev cometeu um triplo homicídio em Waltham em 11 de setembro de 2011. Na ocasião, três homens foram encontrados com as gargantas cortadas e supostamente cobertos com maconha. Uma das vítimas era um empacotador e amigo de Tamerlan.

Ataque em Boston: Veja cronologia dos principais acontecimentos

Dzhokhar:  Inteligência e carisma escondiam lado obscuro de suspeito

Todashev, um lutador de artes marciais de 27 anos, foi morto com um tiro em sua casa em Orlando durante um encontro com um agente do FBI e dois policiais do Estado de Massachusetts em maio, segundo autoridades. Ele teria apresentado comportamento violento durante o questionamento.

Segundo os promotores, a investigação sobre o triplo homicídio é a razão pela qual eles não podem permitir Dzhokhar Tsarnaev a ter acesso aos documentos que procura.

30 acusações:  Suspeito de ataque à Maratona de Boston é indiciado

Corpo: Cemitérios se recusam a enterrar suspeito de ataques em Boston

"Qualquer benefício para (Dzhokhar) Tsarnaev de saber mais sobre a natureza e extensão exatas do envolvimento do seu irmão não compensa o potencial dano de expor detalhes de uma investigação em curso em relação a um crime extremamente grave, especialmente nesta fase do processo", escreveram os promotores.

Os promotores também afirmaram que Dzhokhar Tsarnaev não tem direito à informações sobre o caso, porque o histórico criminoso de seu irmão só será relevante, se muito, em uma possível audiência.

Saiba mais: Leia todas as notícias sobre o ataque em Boston

Autoridades alegam que os chechenos Dzhokhar Tsarnaev, 20 anos, e Tamerlan Tsarnaev, 26, planejaram e executaram a explosão de duas bombas próximo à linha de chegada da maratona em 15 de abril. Três pessoas foram mortas e mais de 260 ficaram feridas.

Dzhokhar enfrenta 30 acusações , incluindo uso de arma de destruição em massa e 16 outras que podem levá-lo à pena de morte. Tamerlan Tsarnaev foi morto pela polícia quando autoridades o perseguiam dias após o atentado.

Com AP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.