Policiais dos EUA matam adolescente de 13 anos que portava arma de brinquedo

Por Reuters | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Caso aconteceu na terça-feira na localidade de Santa Rosa, no norte da Califórnia, um dia depois de um menino de 12 anos matar um professor e cometer suicídio

Reuters

Um menino de 13 anos que portava um rifle de brinquedo foi morto por policiais da Califórnia que aparentemente acreditaram se tratar de uma arma real, afirmou a imprensa local nesta quarta-feira.

O incidente ocorreu na terça-feira na localidade de Santa Rosa, no norte da Califórnia, um dia depois de um menino de 12 anos matar um professor e cometer suicídio com uma arma de fogo no vizinho Estado de Nevada.

Conheça a nova home do Último Segundo

EUA: Adolescente se diz inocente em caso de morte de professora

Um porta-voz do Departamento do Xerife do Condado de Sonoma confirmou que seus agentes alvejaram e mataram "um indivíduo masculino não identificado" que portava uma réplica de uma arma de assalto.

A nota não dizia se tratar de um menor, mas o pai do menino, Rodrigo López, disse ao jornal Santa Rosa Press Democrat que a pessoa morta era seu filho Andy, que estaria com uma arma de brinquedo.

Nevada: Ataque a tiros em escola nos EUA deixa dois mortos

Morto: Autor de ataque à escola nos EUA tinha 12 anos, diz polícia

O Departamento do Xerife disse em nota que "os dois policiais repetidamente pediram para o indivíduo baixar o rifle" e que ao desobedecer, o indivíduo foi alvejado e "caiu em cima do rifle que portava".

Em seguida, disse a nota, os policiais observaram que se tratava de uma réplica e também encontraram uma pistola de plástico.

Leia tudo sobre: califórniaarma de brinquedoadolescente

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas