Adolescente dos EUA se diz inocente em caso de morte de professora

Por Reuters | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Philip Chism, de 14 anos, foi detido sem direito a fiança; corpo da professora foi encontrado próximo à escola

Reuters

Autoridades de Massachusetts acusaram formalmente nesta quarta-feira um estudante de 14 anos pelo assassinato de uma professora de matemática de sua escola, depois de encontrarem o corpo da professora em matas próximas.

Conheça a nova home do Último Segundo

EUA: Aluno de 14 anos é preso após polícia encontrar corpo de professora

O estudante, Philip Chism, se declarou inocente da acusação de assassinato e foi detido sem direito a fiança, em um breve processo na corte distrital de Salem, de acordo com o gabinete do oficial de justiça.

Chism foi acusado como um adulto, o que pode implicar uma pena de prisão mais longa em uma penitenciária para adultos, se ele for considerado culpado de matar Colleen Ritzer, de 24 anos.

Reuters
Aluno deixa flores em escola dos EUA onde professora foi encontrada morta

A lei de Massachusetts permite que pessoas de 14 anos sejam indiciadas como adultos quando o crime é de homicídio.

A polícia em Danvers, Massachusetts, começou uma investigação na noite de terça-feira, após receber ligações de que um aluno e uma professora não tinham voltado para casa, disse a repórteres o promotor distrital do condado de Essex, Jonathan Blodgett, nesta quarta-feira.

Nevada: Ataque a tiros em escola nos EUA deixa dois mortos

Morto: Autor de ataque à escola nos EUA tinha 12 anos, diz polícia

Depois de descobrir sangue em um banheiro do segundo andar, a polícia ampliou sua busca para o bosque atrás da escola, onde encontrou o corpo de Colleen. "Aparentemente, ela foi vítima de homicídio", disse Blodgett. "Esta é uma tragédia terrível."

Colleen é o segundo educador dos Estados Unidos a morrer nesta semana em um incidente envolvendo um estudante, depois que um professor de Nevada foi morto a tiros por um aluno de 12 anos na segunda-feira.

Alunos da escola de Massachusetts deixaram buquês e um ursinho de pelúcia em frente à escola, em homenagem a Colleen.

Todas as escolas públicas em Danvers, que fica cerca de 32 quilômetros ao norte de Boston, foram fechadas nesta quarta-feira, embora a polícia acreditasse que não havia ameaça à segurança pública.

"Nós não temos nenhuma razão para acreditar que havia outros suspeitos envolvidos", disse Blodgett. Ele se recusou a comentar sobre como a professora foi morta ou se ela poderia ter tido qualquer tipo de relacionamento com o aluno.

Leia tudo sobre: ataque em escolamassachusettseuaprofessoraalunohomicídio

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas