Vaticano monta seleção de críquete para desafiar Igreja Anglicana

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Autoridades dizem que liga será composta por equipes de padres e seminaristas de colégios católicos e seminários

Reuters

O Vaticano declarou oficialmente nesta terça-feira (22) a intenção de derrotar a Igreja Anglicana, não em um novo combate ideológico quase 500 anos depois do cisma, mas no campo de críquete.

Conheça a nova home do Último Segundo

AP
Monsenhor Sanchez de Toca y Alameda coloca um capacete de críquete durante apresentação do time do Vaticano

O desafio foi lançado no batismo do Clube de Críquete de São Pedro. Autoridades do Vaticano disseram que a liga será composta por equipes de padres e seminaristas de colégios católicos e seminários de Roma.

No Afeganistão: Homem-bomba é imobilizado em campo de críquete

Os seminários e colégios religiosos jogarão uns contra os outros em um torneio, no qual as partidas duram cerca de três horas.

Depois, os melhores jogadores formarão uma seleção do Vaticano, que será chamada de "Vaticano 21" e desafiará a Igreja Anglicana a formar sua equipe de padres e seminaristas para uma partida no estádio Lord's, em Londres, a casa do críquete.

"A seleção do Vaticano poderia jogar com qualquer um no mundo. Esperamos ver uma equipe do Vaticano jogar no Lord's", disse Alfonso Jayarajah, um cingalês que foi o primeiro capitão da seleção nacional italiana e é membro do conselho do Clube de Críquete de São Pedro.

Leia tudo sobre: vaticanocríqueteigreja católicapadrejogador

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas