Explosão de carro bomba em Bagdá deixa pelo menos 38 mortos

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Violência no Iraque, que havia diminuído depois de auge entre 2006 e 2007, agora está subindo de novo, com mais de 7.000 civis mortos este ano

Reuters

Um suicida dirigindo um micro-ônibus cometeu um atentado na área externa de um café, num bairro de maioria xiita muçulmana na capital iraquiana, neste domingo, matando pelo menos 38 pessoas, disseram a polícia e médicos.

Conheça a nova home do Último Segundo

Ainda neste domingo, pelo menos 12 pessoas foram mortas em uma série de ataques suicidas contra o pessoal de segurança em prédios do governo no início do dia, disse a polícia.

A violência no Iraque, que havia diminuído depois de atingir um clímax entre 2006 e 2007, agora está subindo de novo, com mais de 7.000 civis mortos este ano, de acordo com monitoramento grupo Iraq Body Count.

Leia mais:

Jornalistas desenvolvem táticas para escapar da morte no Afeganistão e no Iraque

Não houve reivindicação imediata de responsabilidade para qualquer um dos ataques, mas os xiitas são vistos como apóstatas por militantes sunitas, cuja insurgência reviveu este ano.

A explosão na noite de domingo ocorreu no bairro Amil , em Bagdá.

"O café estava cheio de pessoas assistindo a um jogo de futebol e outros fumando shisha, quando um micro-ônibus passou por cima da calçada e explodiu logo na entrada do café", disse Ali Mahdi, um policial qua patrulhava as proximidades.

Leia tudo sobre: iraqueguerra do iraque

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas