Deitado em maca, pai com doença terminal leva filha ao altar nos EUA

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Equipe médica voluntária ajudou Scott Nagy, que tem câncer, a conduzir a filha durante seu casamento em Ohio

Deitado em uma maca, um pai com doença terminal em Ohio, nos EUA, conduziu sua filha ao altar durante a cerimônia do seu casamento. Os convidados da cerimônia choraram e aplaudiram Scott Nagy conforme ele passava pelo corredor da igreja luterana First Evangelical no casamento de sua filha, Sarah, no sábado (12).

Conheça a nova home do Último Segundo

AP
Sarah Nagy chora enquanto é conduzida por seu pai, Scott, até o altar durante seu casamento em Ohio, EUA

Uma equipe voluntária de médicos ajudou Nagy a conduzir a noiva de 24 anos enquanto o noivo, Angelo Salvatore, e o reverendo Chuck Knerem aguardavam a chegada de ambos.

"Foi uma promessa que eu fiz em março, levá-la ao altar", disse o homem de 56 anos. "Ela é minha princesa."

Nagy recebeu o diagnóstico no ano passado de câncer na uretra e foi submetido a sessões de quimioterapia. Ele está internado no Centro Seidman de Oncologia desde agosto. Os médicos não tinham certeza se ele conseguiria sobreviver até o casamento, inicialmente marcado para 2014.

Jacky Uljanic, uma enfermeira do hospital, ajudou a criar condições para que Nagy pudesse participar do casamento. Ele foi submetido a sessões de terapia diárias para que ficasse forte o suficiente.

Sarah disse que, desde criança, queria que seu pai a levasse ao altar quando ela se casasse. Ela afirmou que seu futuro marido garantiu que ela realizasse esse sonho. Ela caiu nas lágrimas e falou ao pai que o amava. "Conseguimos", disse Nagy, pedindo a filha que não borrasse a maquiagem.

Com AP

Leia tudo sobre: euaohiocasamentolágrimasdoença terminalcâncer

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas