Presidente Dilma Rousseff deseja 'melhoras' a Cristina Kirchner

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Líder argentina segue internada após cirurgia para drenar hematoma cerebral; quadro de saúde evolui normalmente

A presidente Dilma Rousseff manifestou nesta sexta-feira (11) apoio à presidente da Argentina, Cristina Kirchner, que se recupera de uma cirurgia no cérebro em um hospital de Buenos Aires.

Conheça a nova home do Último Segundo

Agência Brasil
Dilma Rousseff faz pronunciamento sobre o programa Mais Médicos (foto de arquivo)

"O governo brasileiro lamenta a questão da saúde da presidente Cristina Kirchner. Estimamos que ela tenha melhoras", disse Dilma em entrevista a rádios locais na Base Aérea de Canoas, no Rio Grande do Sul. Na entrevista, a presidente também demonstrou preocupação com as exigências a exportadores brasileiros na Argentina.

Análise: Ausência forçada de Kirchner evidencia falta de herdeiro político

Quinta: Cristina Kirchner continua recuperação e ingere alimentos sólidos

A mandatária argentina foi submetida na terça-feira (8) a uma cirurgia para drenar um hematoma cerebral na Fundación Favaloro, um dos principais hospitais de cardiologia do país.

Cristina foi diagnosticada no último sábado com um "hematoma subdural crônico", que significa líquido alojado entre o crânio e o cérebro. Isso pode acontecer quando as veias finas que conectam a superfície do cérebro com sua cobertura externa apresentam um vazamento sanguíneo.

Após cirurgia: Kirchner 'está de bom humor' e recebe mensagem do papa

Médicos: Cristina Kirchner se recupera 'favoravelmente' após cirurgia

A decisão de abandonar a recomendação inicial de 30 dias de repouso para realizar a cirurgia foi tomada assim que a presidente começou a sentir um "formigamento" em seu braço esquerdo.

Nesta sexta-feira, o porta-voz da presidência Alfredo Scoccimarro informou que o quadro de saúde de Cristina evolui bem e que ela já está conseguindo caminhar dentro de seu quarto no hospital. "Ela assistiu a filmes com sua irmã, que está ao lado dela", disse.

Terça-feira: Presidente Cristina Kirchner opera hematoma cerebral

O porta-voz voltou a dizer que a presidente mandou um beijo a todos os argentinos e aqueles de todo o mundo que a enviam mensagens de carinho. Ao ser questionado sobre a provável data de sua alta, Scoccimarro disse que isso cabe aos médicos definirem.

De acordo com o boletim desta sexta, os exames de Cristina Kirchner estão "dentro dos parâmetros normais" e ela "se alimenta normalmente".

Com Agência Estado

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas