Novo naufrágio de barco de imigrantes perto de Lampedusa mata ao menos 27

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Segundo premiê de Malta, entre os mortos estariam ao menos três crianças; mais de 200 foram resgatados

Um barco levando imigrantes naufragou nesta sexta-feira (11) perto da ilha de Lampedusa, na Sicília, onde um naufrágio na semana passada deixou 339 mortos. 

Conheça a nova home do Último Segundo

O primeiro-ministro de Malta, Joseph Muscat, afirmou que ao menos 27 passageiros morreram e mais de 200 foram resgatados com vida. Entre os mortos estão, ao menos, três crianças. 

AP
Botes fazem resgate dos náufragos nesta sexta-feira

O naufrágio desta sexta ocorreu a 105 quilômetros ao sul de Lampedusa, mas em águas que pertencem ao território de Malta. Helicópteros transportaram os feridos para Lampedusa, enquanto cinco navios italianos e malteses responderam ao chamado. 

3 de outubro: Barco com imigrantes naufraga na Itália

Papa: Naufrágio que matou imigrantes na Itália 'é uma vergonha'

A guarda costeira italiana recebeu um telefonema via satélite do barco que estava em perigo nesta sexta-feira e conseguiu localizá-lo com base nas coordenadas, disse o porta-voz Marco Di Milla.

Um avião de Malta foi enviado e localizou um barco naufragado e "várias" pessoas no mar. A aeronave jogou um bote salva-vidas no local e, logo depois, um barco de patrulha chegou, segundo um comunicado das Forças Armadas de Malta

Na semana passada, um barco carregando cerca de 500 imigrantes naufragou perto de Lampedusa, deixando mais de 300 mortos. Apenas 155 passageiros sobreviveram. As mortes provocaram apelos à União Europeia para melhorar a patrulha do sul do Mediterrâneo, evitando tragédias como essa.

AP
Imigrante somali de 16 anos observa pôr-do-sol de balsa ao deixar ilha de Lampedusa, na Itália (7/10)

Lampedusa, uma pequena ilha próxima à África, é o destino de centenas de traficantes que levam imigrantes ilegalmente da Líbia ou da Tunísia para a Europa. Eles geralmente cobram mais de mil euros por pessoa e colocam os imigrantes em barcos precários e superlotados.

Durante visita a Lampedusa nesta semana, o presidente da Comissão Europeia José Manuel Barroso prometeu à Itália 30 milhões de euros (R$ 89,3 milhões) em ajuda para refugiados que chegam ao local.

Com AP

Leia tudo sobre: naufrágiolampedusaimigraçãoáfricamalta

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas