Pai de Snowden vai à Rússia visitar filho asilado

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Lon afirmou estar grato pelo fato do filho estar protegido e livre após revelação de detalhes sobre programas dos EUA

Reuters

O pai do ex-prestador de serviço de inteligência dos Estados Unidos Edward Snowden chegou nesta quinta-feira (10) a Moscou para visitar o filho, que recebeu asilo na Rússia depois de revelar detalhes sobre programas de espionagem do governo dos EUA.

Conheça a nova home do Último Segundo

AP
Lon Snowden (esq) fala à imprensa em Moscou, Rússia, ao lado de Anatoly Kucherena, advogado de Edward Snowden

1º de agosto: Snowden recebe asilo temporário da Rússia e deixa aeroporto

Falando no aeroporto Sheremetyevo, onde seu filho passou semanas retido antes de receber asilo na Rússia, Lon Snowden disse que há meses não tem contato direto com Edward, mas que sente "extrema gratidão pelo fato de meu filho estar seguro e protegido e estar livre".

O jovem norte-americano, de 30 anos, é acusado pelos EUA de ter colocado em risco a segurança nacional ao divulgar informações sigilosas. A concessão de asilo a ele azedou ainda mais as já turbulentas relações entre Moscou e Washington.

Lon: Pai de Snowden diz que recebeu pedido do FBI para visitar filho

NYT: Chat criptografado e reunião secreta possibilitaram expor programa

As autoridades russas e o advogado russo que ajudam Snowden, Anatoly Kucherena, não divulgaram a localização dele. "Sou pai dele, eu o amo, e certamente espero ter oportunidade de ver meu filho", disse Lon Snowden, acrescentando: "Não tenho certeza de que meu filho irá algum dia voltar para os EUA."

As revelações de Snowden causaram atritos entre os EUA e países espionados, como Alemanha e Brasil, e fizeram com que muitos admiradores o descrevam como um paladino dos direitos humanos. Para os críticos, trata-se de um traidor.

Denúncias pelo vazamento de Snowden:
Brasil: Leia todas as notícias sobre a espionagem no Brasil
Bild: Espionagem alemã usou dados de monitoramento dos EUA
Monitoramento: EUA mantêm ampla base de dados telefônicos
Prism: EUA coletam dados de nove empresas de internet
Jornal: EUA podem usar dados de inteligência sem mandado
Anfitrião: Reino Unido espionou autoridades do G20 em 2009
Guerra cibernética: EUA espionam computadores da China
Diplomatas: Europa exige respostas sobre supostos grampos dos EUA

Lon Snowden disse desconhecer as intenções do seu filho, mas afirmou acreditar que ele não se envolveu na publicação de nenhuma informação desde que chegou à Rússia, pois estaria "simplesmente tentando se manter saudável e seguro".

AP
Imagem fornecida pela HRW mostra Edward Snowden em coletiva no aeroporto de Sheremetyevo ao lado de Sarah Harrison, do WikiLeaks

Do aeroporto, Lon Snowden e o advogado foram levados para o estúdio de uma TV estatal, onde concederiam entrevista exclusiva ao vivo, o que indica que a visita está sob forte controle governamental.

Kucherena disse esperar que o ex-técnico de inteligência encontre rapidamente um emprego na Rússia, possivelmente nos setores de tecnologia da informação ou direitos humanos, porque suas economias estão praticamente esgotadas, e ele sobrevive modestamente à base de doações.

Mais tarde, ele disse que os Snowden, pai e filho, vão se encontrar na quinta-feira, mas que Lon precisará viajar "um bom número de quilômetros".

Leia tudo sobre: snowdennsafisaregistros da verizonregistros da internetrússiamoscoueuaespionagem

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas