Antonio Patriota é nomeado representante do Brasil na ONU

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Ex-chanceler, Patriota pediu demissão do cargo após a vinda de senador oposicionista da Bolívia para o Brasil

O Diário Oficial da União publicou nesta segunda-feira (7) a nomeação do ex-chanceler Antonio Patriota para ser o representante permanente do Brasil na Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York.

Representante na ONU: Comissão do Senado aprova nome de Patriota

Agência Brasil
Antonio Patriota, ex-chanceler do Brasil, participa de coletiva em Brasília (foto de arquivo)

Para Dilma: Saída de Patriota foi maneira de amenizar constrangimento

Demissão: Chanceler brasileiro deixa o governo após fuga de boliviano

A decisão é assinada pela presidenta Dilma Rousseff e pelo ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo Machado.

Patriota deixou o comando do Itamaraty depois que o diplomata Eduardo Saboia, ex-encarregado de Negócios na embaixada brasileira na Bolívia, foi apontado como o principal responsável pela vinda do senador oposicionista Roger Pinto Molina para o Brasil.

Fuga: Senador boliviano que vivia em embaixada em La Paz está no Brasil

Auxílio: Senador boliviano entrou no Brasil com ajuda de ministro

Molina foi condenado em seu país e pediu asilo político ao Brasil, refugiando-se na embaixada por mais de um ano. A operação de retirada de Molina, que não obteve salvo-conduto das autoridades da Bolívia, foi feita sem o conhecimento do governo brasileiro e acabou desencadeando uma crise diplomática. 

Leia mais: Itamaraty vai investigar entrada de senador boliviano no Brasil

A situação motivou o pedido de demissão do ministro, cuja relação com Dilma já sofria desgaste

Na semana passada, o Senado aprovou a indicação de Patriota para o cargo de representante permanente do Brasil na ONU por 43 votos favoráveis, 14 contra e 1 abstenção.

Leia tudo sobre: patriotaeuaonudilma rousseffantonio patriotabrasil na onu

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas