O ataque aconteceu entre Bani Walid e a cidade de Tarhouna, onde o exército tem um posto de controle

Reuters

Homens armados mataram pelo menos 12 soldados líbios em um ataque em um posto de controle perto da cidade de Bani Walid, local que já foi reduto de simpatizantes de Muammar Gaddafi, informaram fontes de segurança neste sábado.

Vídeo: Mulheres saem em combate na Líbia

Dois anos depois da deposição de Gaddafi da presidência  em uma guerra civil, o frágil governo central do país do Norte da África luta para controlar milícias rivais que brigam por influência no pós-conflito.

"A emboscada aconteceu na estrada entre Bani Walid e a cidade de Tarhouna, onde o Exército tem um posto de controle. Eles ficaram sob fogo pesado. Entre 12 e 15 soldados foram mortos", disse Ali Sheikhi, porta-voz do Estado-Maior do Exército.

Leita mais: Rússia retira diplomatas da Líbia após ataque contra embaixada

O capitão Hassan al-Saidah disse que 15 soldados morreram e cinco ficaram feridos no ataque, que forçou as autoridades a fecharem a estrada principal que leva a Bani Walid.

Autoridades não disseram quem pode ser responsável pelo ataque. Rivalidades entre clãs e tribos, assim como grupos islamitas, floresceram na ausência de um governo central forte e as Forças Armadas líbias não conseguem manter a ordem.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.