Comissão do Senado italiano recomenda expulsão de Berlusconi

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Ex-premiê pode ter mandato cassado depois de ter sido sentenciado a quatro anos de prisão por fraude fiscal

Uma comissão interpartidária do Senado italiano votou nesta sexta-feira (4) por recomendar a expulsão do líder de centro-direita Silvio Berlusconi do Senado, após uma condenação por fraude fiscal em agosto.

Derrotado: Berlusconi anuncia apoio a premiê italiano em voto de confiança

AP
Ex-premiê Silvio Berlusconi enxuga o rosto em sessão do Senado em Roma, Itália

Voto de confiança: Aliados de Berlusconi sinalizam apoio a atual premiê

A proposta pela expulsão de Berlusconi, decidida pela maioria da comissão dominada por adversários políticos do ex-premiê, terá que ser ratificada por votação no plenário do Senado, esperada para ocorrer em 14 de outubro.

Essa é uma das fases mais difíceis para o ex-primeiro-ministro que dominou a cena política da Itália por anos. Ele sofreu sua primeira derrota dentro de seu próprio partido, quando seus aliados se recusaram a acatar seu pedido de tentar derrubar o governo de coalizão do atual premiê, Enrico Letta. 

Sábado: Ministros do partido de Berlusconi renunciam a cargos no governo

Em meio à crise: Premiê Letta se reúne com presidente da Itália

Berlusconi acabou reconhecendo a derrota e apoiando a coalizão do governo em um voto de confiança no Senado na quarta-feira.

A votação no comitê foi realizada com base em uma lei que proíbe qualquer pessoa sentenciada a mais de dois anos de ter um cargo político por seis anos. A sentença de Berlusconi por fraude fiscal foi de quatro anos.

O veredicto da Suprema Corte de agosto foi a primeira condenação definitiva contra Berlusconi, que há anos enfrenta processos na Justiça. Aos 77 anos, ele é considerado muito velho para cumprir sua sentença de um ano na prisão, mas é esperado que ele seja colocado em prisão domiciliar ou tenha que prestar serviço comunitário.

Na TV: Berlusconi promete continuar na política mesmo se perder mandato

Condenado: Berlusconi diz ser vítima de acusações sem fundamento

Ele ainda aguarda o resultado de um recurso em um outro processo, no qual ele foi considerado culpado por pagar por sexo a uma prostituta menor de idade.

Com AP e Reuters

Leia tudo sobre: itáliaberlusconicassaçãolettacriseroma

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas