Terremoto de grande magnitude atinge novamente o Paquistão

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Na terça-feira (24), mais de 350 pessoas morreram na região por causa de outro abalo

Reuters
Sobreviventes de terremoto tomam chá perto dos escombros de casa que desabou após terremotos no Paquistão

Um forte terremoto atingiu o sudoeste do Paquistão neste sábado (28). Pessoas voltaram às ruas em pânico apenas alguns dias depois de terça-feira (24), quando outro sismo matou 359 pessoas na mesma região.

Ao menos 12 pessoas morreram. O diretor da Agência Provincial de Gestão de Catástrofes, Abdul Latif Kakar admitiu que o número de vítimas pode aumentar, considerando a magnitude do tremor e as características do distrito mais afetado, Awaran, o mais pobre da província.

Infográfico: Entenda como acontecem os terremotos e tsunamis.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos afirmou que o terremoto de 6,8 pontos de magnitude foi sentido na província de Baluquistão, no sudoeste do País. De acordo com o departamento meteorológico do Paquistão, o a réplica do terremoto de terça-feira foi de 7,2 pontos, com epicentro a 150 quilômetros a oeste da cidade de Khuzdar.

“Este novo sismo destruiu tudo o que tinha ficado de pé depois do primeiro, há duas aldeias completamente destruídas”, disse Abdul Malik, ministro principal da província.

Na terça-feira, a mesma região foi atingida por um terremoto de 7,7 pontos de magnitude. O fenômeno destruiu uma série de casas em uma área montanhosa.

Desde então, milhares de pessoas estão dormindo ao relento ou em tendas. Abdur Rasheed, vice-comissário do distrito de Awaran, disse que algumas casas da região atingida pelos dois terremotos estão comprometidas embora estejam ainda de pé.

O chefe do departamento de meteorologia do Paquistão, Arif Mahmood, disse à televisão paquistanesa de que o abalo deste sábado foi uma réplica do terremoto desta semana e  que esses tremores devem continuar por semanas.

Com informações da AP e Agência Brasil

Leia tudo sobre: terremotopaquistão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas