Quênia afirma estar em guerra com al Shabaab

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Uma semana depois de ataque em shopping, que matou 67 pessoas, governo tenta evitar novas ações

Reuters

O Quênia está "em guerra" com militantes islamistas que atacaram um shopping center em Nairóbi, disse o governo neste sábado (28), enquanto enfrentava perguntas se tinha recebido alertas da inteligência antes do ataque fatal.

21 de setembro: Tiroteio em shopping no Quênia deixa mortos

Forças de segurança teriam provocado desmoronamento de shopping

Forças de segurança cercam shopping center em Naróbi, neste domingo (22), onde homens mantêm reféns desde sábado. Foto: APReforço do exército local chega ao shopping center em Nairóbi, neste domingo (22). Foto: APHelicóptero auxilia no trabalho das forças de segurança do Quênia na região do shopping center invadido em Nairóbi, neste domingo (22). Foto: APMovimentação na região do shopping center em Nairóbi, neste domingo (22), onde homens mantêm reféns desde sábado no Quênia. Foto: APForças de segurança cercam shopping center em Nairóbi, neste domingo (22), onde homens mantêm reféns desde sábado. Foto: APReforço na segurança shopping center em Nairóbi, neste domingo (22). Foto: APHelicóptero auxilia no trabalho das forças de segurança do Quênia na região do shopping center invadido em Nairóbi, neste domingo (22). Foto: APForças de segurança cercam shopping center em Nairóbi, neste domingo (22), onde homens mantêm reféns desde sábado. Foto: APReforço do exército local chega ao shopping center em Nairóbi, neste domingo (22). Foto: APClientes fogem de ataque a shopping em Nairóbi, capital do Quênia. Foto: APUm corpo caído fora do Westgate Mall, em Nairóbi. Foto: APFerido é socorrido após atentado no shopping center de Nairóbi. Foto: APUm homem ferido é escoltado para fora do Westgate Mall. Foto: APAssistente da Cruz Vermelha ajuda a criança fora shopping center após atentado. Foto: APFerido é socorrido após atentado no shopping center de Nairóbi. Foto: APRefém resgatado cai no chão depois de ser libertado pela polícia no Westgate Mall. Foto: APForças de segurança apontam suas armas para o Westgate Mall, em Nairóbi, no Quênia, após atentado.. Foto: APCriança ferida é socorrida após atentado no shopping center de Nairóbi. Foto: APPoliciais armados se escondem atrás de escadas rolantes do Westgate Mall. Foto: APForças de segurança apontam suas armas para o Westgate Mall, em Nairóbi, no Quênia, após atentado.. Foto: APMulher que tinha se escondido durante o tiroteio corre ao sair do Westgate Mall. Foto: APForças de segurança apontam suas armas para o Westgate Mall, em Nairóbi, no Quênia, após atentado.. Foto: APFrequentadores do shopping que ficaram escondidos durante o tiroteio saem durante operação policial no local. Foto: APForças de segurança apontam suas armas para o Westgate Mall, em Nairóbi, no Quênia, após atentado.. Foto: APFrequentadores do shopping que ficaram escondidos durante o tiroteio saem durante operação policial no local. Foto: APFerido é socorrido após atentado no shopping center de Nairóbi. Foto: APSobreviventes passam por vítima de atiradores em shopping do Quênia. Foto: APSeguranças do shopping no Quênia ajudam mulher sobrevivente . Foto: APCriança ferida em ataque a shopping em Nairóbi é socorrida. Foto: APSobreviventes conseguiram sair do shopping durante ataque. Foto: APAtiradores deixaram mortos e feridos em ataque em shopping na capital do Quênia. Foto: APSobreviventes se abraçam após conseguir fugir de ataque em shopping. Foto: APSocorristas carregam vítima de atiradores de shopping . Foto: APPolicial contém curiosos em volta do shopping alvo de atiradores em Nairóbi. Foto: APAtiradores deixaram mortos e feridos em ataque em shopping na capital do Quênia. Foto: AP

Uma semana depois do ataque ao shopping center Westgate, que matou 67 civis e policiais e cuja autoria foi reivindicada pelo grupo militante somali Al Shabaab, o governo vem tentando garantir aos quenianos que pode protegê-los de outros ataques.

Três jornais quenianos divulgaram no sábado que há um ano o Serviço Nacional de Inteligência do país havia advertido sobre a presença de supostos militantes do Al Shabaab em Nairóbi e que eles planejavam lançar "ataques suicidas" no shopping Westgate e em uma igreja na cidade.

"Todos os dias recebemos informações e agimos de acordo com a informação e muitos ataques são evitados. Mas o fato de você obter a informação não significa que algo não pode acontecer", disse Mutea Iringo, secretário no Ministério do Interior.

Perfil: Quem é o Al Shabab, grupo que reivindicou ataque no Quênia

"O que estamos dizendo é que estamos em guerra, e que todo dia algum jovem queniano é radicalizado pelo Al Shabaab para matar quenianos", disse Iringo, pedindo aos cidadãos do país do leste africano a ficarem alertas e a cooperarem com as autoridades.

Cerco: Terroristas mantêm reféns após ataque em shopping no Quênia

Assista: Vídeo mostra momentos de pânico em shopping no Quênia

Os relatos dos jornais surgiram antes de uma reunião na segunda-feira do Comitê de Relações Exteriores e de Defesa do Parlamento queniano.


Leia tudo sobre: Mundoquêniaal shabaabataquenairóbiwestgate

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas