Grupo aliado ao Taleban assumiu autoria. Bomba seria retaliação às ofensivas dos EUA com aviões não-tripulados

Um ônibus que transportava funcionários do governo foi alvo de ataque com bomba na cidade de Peshawar, no Paquistão, nesta sexta-feira. Segundo autoridades, o atentado ocorreu na principal rua da cidade e a bomba teria sido acionada remotamente. 

Mais: Ataques de drone dos EUA e da Força Aérea do Paquistão matam 19

Autoridade paquistanesa coleta evidências de um ônibus destruído por um ataque à bomba em Peshawar
AP
Autoridade paquistanesa coleta evidências de um ônibus destruído por um ataque à bomba em Peshawar

O ônibus, que estava lotado, transportava funcionários do secretariado civil, disseram policiais. O número de mortos ainda é incerto. De acordo com a AP, ao menos 13 corpos foram encontrados no local. No entanto, um porta-voz do hospital Lady Reading 17 corpos foram recebidos na unidade. 

Um representante do Ansar al Mujahideen, grupo aliado mas não integrante do Taliban paquistanês, clamou responsabilidade pelo atentado. Abu Baseer disse que o ataque foi em retaliação às ofensivas dos EUA com aviões não-tripulados.

*com Reuters e AP



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.