Tufão deixa ao menos 20 mortos na China e provoca danos em Hong Kong

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Ventos de 180 km/h foram registrados na China com Usagi, tempestade mais forte a atingir o Pacífico

Reuters

Um forte tufão atingiu Hong Kong e a costa do sul da China nesta segunda-feira (23), deixando ao menos 20 mortos na China, derrubando linhas de energia e causando inundações e ventanias.

Julho: Tufão deixa pelo menos um morto e evacua província

AP
Nuvens escuras cobrem vista de Hong Kong (22/9)

Vídeo: Enchentes matam centenas na China; assista

O tufão Usagi, a tempestade mais forte a atingir o Pacífico Ocidental neste ano, chegou ao centro financeiro asiático no domingo à noite. Mais de 370 voos foram cancelados. Um sinal de alerta permaneceu em vigor nesta segunda-feira, provocando o fechamento dos mercados financeiros ao menos em parte da manhã.

O Centro Nacional Meteorológico da China emitiu o alerta mais elevado, o que causou a remoção de mais de 80 mil pessoas para postos de segurança na província de Fujian. As autoridades destacaram pelo menos 50 mil trabalhadores para atuar no enfrentamento ao desastre, de acordo com a agência de notícias estatal Xinhua.

Agosto: Ondas gigantes ferem dezenas e causam pânico na China

Pelo menos 20 pessoas foram mortas na costa sul da China, de acordo com relatos da televisão local, incluindo 13 em Shanwei, no leste da província de Guangdong. Entre as vítimas estão atingidos por detritos e outros que se afogaram. Um homem morreu ao ser atingido por uma vidraça que despencou.

"É o tufão mais forte que eu já vi", disse Luo Hailing, atendente de um posto de gasolina em Shanwei, segundo a Xinhua. "Foi terrível. Por sorte nos preparamos."

Ventos de mais de 180 km/h foram registrados em algumas partes do sul da China, derrubando árvores e jogando carros para fora de estradas em algumas áreas.

Leia tudo sobre: tufãochinamortechuvahong kongenchentes

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas