Atentado em reduto xiita mata mais de 60 pessoas em funeral em Bagdá

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Bomba explodiu perto de tenda de funeral realizado na capital iraquiana. Outras explosões ocorreram em seguida

Pelo menos 60 pessoas foram mortas em um atentado triplo com bomba que tinha como alvo uma tenda cheia de pessoas em luto em Sadr City, reduto xiita de Bagdá, neste sábado (21), disseram fontes policiais e médicas.

No Quênia: Tiroteio em shopping de Nairóbi deixa pelo menos 30 mortos

Destroços após ataques com bombas durante funeral em Bagdá, neste sábado (21). Foto: APDestroços após ataques com bombas durante funeral em Bagdá, neste sábado (21). Foto: APDestroços após ataques com bombas durante funeral em Bagdá, neste sábado (21). Foto: APDestroços após ataques com bombas durante funeral em Bagdá, neste sábado (21). Foto: APDestroços após ataques com bombas durante funeral em Bagdá, neste sábado (21). Foto: APDestroços após ataques com bombas durante funeral em Bagdá, neste sábado (21). Foto: APDestroços após ataques com bombas durante funeral em Bagdá, neste sábado (21). Foto: APDestroços após ataques com bombas durante funeral em Bagdá, neste sábado (21). Foto: APDestroços após ataques com bombas durante funeral em Bagdá, neste sábado (21). Foto: AP

Segundo relatos, duas explosões ocorreram perto da tenda onde um funeral estava sendo realizado e uma terceira ocorreu em seguida, enquanto policiais, ambulâncias e bombeiros se reuniam no local, disse a polícia.

Última semana: Onda de ataques deixa ao menos 58 mortos no Iraque

Nenhum grupo reivindicou imediatamente a responsabilidade pelo ataque, no qual pelo menos outras 120 pessoas ficaram feridas, disseram fontes médicas. "Multidões de pessoas estavam visitando a tenda para oferecer suas condolências quando de repente ocorreu uma explosão poderosa... Me jogou para o chão", disse Basim Raheem, de 35 anos.

"Quando eu tentei me levantar, uma segunda explosão aconteceu. Minhas roupas estavam cobertas de sangue e carne humana. Pensei que estava ferido, mas depois descobri que estava deitado em uma poça de sangue dos outros", acrescentou.

NYT: Conflitos no Iraque evocam temores de nova guerra civil

Análise: Violência pode levar à desintegração do Iraque

Um repórter da Reuters disse que, desesperados, os sobreviventes atacaram policiais e bombeiros que tentavam movê-los para longe da cena. Poças de sangue cercavam a tenda.

Em um incidente separado, pelo menos oito pessoas morreram quando um carro-bomba explodiu em uma rua movimentada no distrito predominantemente xiita de Ur, no norte de Bagdá, disse a polícia.

O delicado equilíbrio sectário no Iraque está sob crescente pressão desde o início da guerra civil na vizinha Síria, onde rebeldes muçulmanos principalmente sunitas lutam para derrubar um líder apoiado pelo Irã xiita.

Ambos sunitas e xiitas foram para a Síria a partir do Iraque para lutar em lados opostos do conflito.

* Com Reuters e AP

Leia tudo sobre: iraquebagdáatentado

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas