Onda de ataques deixa ao menos 58 mortos no Iraque

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Maioria dos diversos ataques com carros-bomba e tiros ocorreu em bairros predominantemente xiitas

Uma onda de ataques com carros-bomba e tiros no Iraque deixou ao menos 58 mortos neste domingo (15), disseram fontes policiais. A maioria dos ataques ocorreu em bairros predominantemente xiitas.

Iraque: Ataque suicida mata 15 e fere 13 pessoas em funeral

AP
Corpos de vítimas de ataques à bomba são levadas ao enterro na cidade sagrada xiita de Najaf, no Iraque

NYT: Conflitos no Iraque evocam temores de nova guerra civil

Análise: Violência pode levar à desintegração do Iraque

Nenhum grupo manifestou imediatamente a responsabilidade pelos ataques, que parecerem ter sido coordenados.

Geralmente, essas ondas de ataque são realizadas por uma franquia da Al-Qaeda conhecida como Estado Islâmico do Iraque, cujo objetivo no país é minar a confiança no governo liderado pelos xiitas.

Em julho: Violência no Iraque deixou mais de mil mortos, diz ONU

A guerra civil na vizinha Síria agravou as divisões sectárias no Iraque, desgastando um governo de difícial coalizão com xiitas, sunitas e curdos.

Os piores ataques ocorreram na cidade de Hilla, onde um carro-bomba do lado de fora de um mercado deixou nove civis mortos e 15 feridos, segundo informou um policial. Minutos depois, um outro carro-bomba explodiu próximo ao local, matando seis civis e ferindo 14.

Com Reuters e AP


Leia tudo sobre: iraqueataqueonda de ataqueal qaeda

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas