Ataque suicida mata 15 e fere 13 pessoas em funeral no norte do Iraque

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Vários atentados e episódios de violência foram registrados no país neste sábado

Um homem-bomba matou 15 pessoas e feriu pelo menos outras 13 durante o funeral de um membro da minoria Shabak, na província de Nineveh, norte do Iraque, informaram fontes médicas e de segurança neste sábado (14).

O ataque na aldeia de Arto Kharab, a 360 quilômetros a noroeste de Mossul, capital da província de Nineveh. Funcionários de hospitais locais, falando sob condição de anonimato, confirmaram o número de mortos e feridos.

Bombas e tiroteios matam pelo menos 47 pessoas no Iraque

Os Shabaks são do mesmo grupo étnico dos turcomanos e são muçulmanos xiitas. A maioria deles vive em vilas e aldeias ao redor de Mossul. A província de Nineveh agrega várias minorias étnicas mas tem predominância de muçulmanos sunitas. 

No resto do Iraque
A capital tem sido um ponto de concentração da Al-Qaeda no Iraque nos últimos anos, e os militantes têm usado violência e intimidação para expulsar centenas de membros de minorias da cidade.

Análise: Violência pode levar à desintegração do Iraque

NYT: Conflitos no Iraque evocam temores de nova guerra civil

Em outros episódios violentos neste sábado, uma bomba atingiu um carro na cidade de Dujail, matando o motorista e sua esposa. E, em Suleiman Beg, a 150 quilômetros de Bagdá, um menino de 11 anos morreu quando outra bomba explodiu perto de um mini-ònibus que trafegava por uma estrada local. 

Série de atentados mata 70 em áreas xiitas de Bagdá e arredores

Na capital iraquiana, atiradores invadiram uma fábrica de ladrilhos, matando o dono do estabelecimento e um funcionário. 

Violência no Iraque deixou mais de mil mortos em julho, diz ONU

O Iraque está passando pelo seu período mais violento em meia década, o que aumenta os receios de que o país esteja voltando a uma fase de matança generalizada, como a que quase causou uma guerra civil após a invasão liderada pelos Estados Unidos em 2003.

(Com informações da Reuters e AP)

Leia tudo sobre: iraqueatentadohomem-bomba

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas