Incêndio em hospital psiquiátrico deixa 37 mortos na Rússia

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Esse foi o segundo incêndio em instalações desse tipo somente esse ano; inquérito apura se houve negligência

Reuters

Um incêndio em um hospital psiquiátrico russo nesta sexta-feira (13) deixou 37 mortos. Foi o segundo incêndio com mortes no mesmo tipo de clínica neste ano - um fato que deve intensificar o debate sobre os serviços públicos e especialmente sobre o atendimento a pacientes mentais no país.

Abril: Incêndio em hospital psiquiátrico na Rússia deixa 38 mortos

AP
Bombeiros trabalham para apagar incêndio que atingiu hospital psiquiátrico em Luka village, Rússia

Vídeo: Cigarro teria provocado explosão de 4 mil toneladas de armamento na Rússia

Várias instituições estatais, como escolas e hospitais, sofreram incêndios na última década na Rússia, país muito propenso a acidentes industriais e nos transportes. Críticos veem nisso sinal de uma cultura de negligência.

O incêndio desta sexta ocorreu durante a madrugada, em uma ala degradada que abrigava doentes graves, no hospital da aldeia de Luka, na província de Novgorod, entre Moscou e São Petersburgo. Aparentemente, alguns pacientes sob sedação morreram.

Leia também: Chamas devoram arranha-céu na Chechênia

Assista ao vídeo: Neve derruba bombeiro russo em resgate

Os bombeiros precisaram percorrer 45 quilômetros para chegar ao hospital, e a neblina retardou o acesso ao local.

As autoridades já haviam solicitado a interdição da ala que pegou fogo, feita de madeira, tijolos e concreto. Um inquérito criminal federal foi aberto após o incêndio para apurar se houve negligência.

Incêndios com grande número de mortes não têm sido raros em instituições estatais na Rússia. Em abril, um incêndio em um hospital psiquiátrico perto de Moscou deixou 38 mortos.

Leia tudo sobre: rússiaincêndiohospitalhospital psiquiátriconovgorodluka

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas