Sobrevivente uruguaio dos Andes é acusado de abuso sexual infantil no Chile

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Raúl Circunegui foi encontrado após 4 meses, enquanto tentava atravessar fronteira entre Argentina e Chile

AFP
Gómez perdeu 20 quilos durante os quatro meses perdido nos Andes

Um uruguaio resgatado nos Andes após ficar desaparecido por quatro meses enquanto tentava atravessar a fronteira enfrenta acusações de abuso sexual infantil no Chile, informaram autoridades, segundo a rede britânica BBC.

Segunda-feira: Uruguaio sobrevive por 4 meses nos Andes comendo ratos e uvas passas

Raúl Fernando Gómez Circunegui, 58 anos, havia se perdido em meio a uma tempestade de neve após sua motocicleta quebrar enquanto tentava atravessar as montanhas do Chile para a Argentina. Um promotor pediu sua extradição ao Chile. Ele enfrentava a Justiça por supostamente ter abusado de um menino de oito anos e havia recebido ordens para não deixar o país.

De acordo com autoridades chilenas, um mandado de prisão foi expedido contra Circunegui em julho depois que ele não compareceu a uma audiência no tribunal. A mãe dele disse à agência Associated Press que não acreditava nas acusações que pesavam contra o filho.

Navio naufragado: Nigeriano sobrevive dois dias em bolha de ar

Circunegui foi encontrado por acaso em um refúgio de montanha a uma altitude de mais de 2,8 mil metros por funcionários públicos da província de San Juan. Gomez sobreviveu graças a sobras de suprimentos deixados no abrigo, como uvas passas, e qualquer outra coisa que ele pudesse encontrar, como ratos. Ele foi levado a um hospital em um estado de profunda desidratação, mas espera-se que ele se recupere totalmente.

Funcionários do Departamento de Recursos Hídricos da Província de San Juan encontraram Gómez por acaso após chegarem de helicóptero à região próxima ao abrigo para verificar a quantidade de neve no local.

Nova Zelândia: Britânico sobrevive à queda de 15º andar em prédio

TV iG: Paraquedista sobrevive à queda frustrada de prédio na Espanha

Mesmo enfraquecido, Gómez conseguiu abrir a porta do abrigo e alertar a equipe sobre sua presença no local. "A verdade é que esse é um milagre. Nós ainda não podemos acreditar", disse o governador de San Juan, José Luis Gioja, ao jornal local Diario de Cuyo.

Ele teria perdido 20 quilos durante os quatro meses em que ficou perdido. Um médico que o examinou se disse surpreso por sua resistência, segundo o jornal uruguaio El País.

Com BBC e AP

Leia tudo sobre: uruguaiandescordilheira dos andesraúl gomezchileargentinaabuso sexual

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas