Dilma participa de cúpula da Unasul e se reúne com Evo Morales

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Fuga de senador boliviano da embaixada brasileira em La Paz será discutida em reunião

Agência Brasil

A presidente Dilma Rousseff embarca nesta sexta-feira (30) para Paramaribo, capital do Suriname, onde participa da reunião de cúpula da União de Nações Sul-Americanas (Unasul). Durante o encontro, ela vai se reunir com o presidente da Bolívia, Evo Morales.

Leia também: Bolívia pede para Interpol emitir alerta de prisão de senador
Presidente da Bolívia pede que Brasil devolva senador da oposição

Na pauta está a fuga do senador boliviano, Roger Pinto Molina, da embaixada brasileira em La Paz. Nessa quarta-feira (28), Morales disse que o governo brasileiro deveria mandar de volta o senador para que responda às acusações de corrupção que pesam contra ele na Justiça boliviana.

O encontro deve marcar a volta do Paraguai à Unasul, após 14 meses de suspensão. O país ficou suspenso por 14 meses do Mercosul e da Unasul porque os líderes dos dois blocos regionais discordaram da forma como o então presidente Fernando Lugo foi destituído do poder, em 2012, por impeachment. Ao reconhecer a vitória de Horacio Cartes, em abril deste ano, a Unasul e o Paraguai começaram a se reaproximar.

Veja mais: Senador boliviano se diz ansioso para rever família e lê a tarde toda
Retirada de senador feriu soberania da Bolívia, diz Gilberto Carvalho

A Unasul é formada pela Bolívia, Colômbia, o Equador, Peru, a Argentina, o Brasil, Paraguai, Uruguai, a Venezuela, o Chile, a Guiana e o Suriname. São países observadores o Panamá e o México.

Leia tudo sobre: dilmabolíviaunasulroger pintoroger pinto molinaevo morales

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas