Molina, que faz oposição a Evo Morales, ficou quase 15 meses abrigado na Embaixada do Brasil em La Paz

Agência Brasil

O senador da oposição Roger Pinto Molina
Reuters
O senador da oposição Roger Pinto Molina

O senador boliviano Roger Pinto Molina, que ficou abrigado por 15 meses na embaixada brasileira na Bolívia, já está no Brasil. O advogado dele, Fernando Tibúrcio, confirmou que o parlamentar deixou com segurança a representação diplomática brasileira. Ainda não está definido o local do Brasil onde Pinto Molina viverá, mas o advogado dele prepara uma entrevista coletiva na segunda-feira (26) para prestar esclarecimentos.

Entenda:
Senador opositor boliviano pede asilo político ao Brasil
Sem salvo-conduto, senador completa 50 dias em Embaixada

O senador, que faz oposição ao governo de Evo Morales na Bolívia, ficou quase 15 meses abrigado na Embaixada do Brasil em La Paz desde que pediu asilo político ao Brasil. O parlamentar precisava de um salvo-conduto para deixar o que país, o que era negado pelas autoridades bolivianas, que alegavam que o parlamentar responde a processos judiciais no país.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.