Briga entre detentos deixa 29 mortos na Bolívia

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Segundo polícia, muitos dos corpos ficaram carbonizados por incêndio. Disputa de poder também deixou 60 feridos

Briga entre detentos na prisão de Palmasola, no Departamento de Santa Cruz, deixou ao menos 29 mortos e 60 feridos, 35 em estado grave, no leste da Bolívia nesta sexta-feira, informaram autoridades penitenciárias. De acordo com o chefe policial Alberto Aracena, muitos dos corpos estão carbonizados.

2012: Incêndio em prisão de Honduras deixa centenas de mortos

AP
Parentes de presos cercam ambulância que deixou a prisão de Palmasola em Santa Cruz, Bolívia

ONU: Bolívia plantou menos coca em 2012

Segundo Aracena, a polícia já tomou o controle do lugar, informando que os confrontos começaram com uma disputa de poder entre os presos. "Consegui ver 60 feridos queimados que estavam sob atendimento na ala feminina", disse, segundo o jornal boliviano La Razón.

Ele também informou que, entre os mortos, está um menor cujo corpo ficou carbonizado por causa de um incêndio provocado pela explosão de um coquetel molotov no início dos enfrentamentos.

O confronto, que começou ao redor da 5h locais (6h em Brasília) e durou por cerca de duas horas, foi registrado no setor denominado Chonchocorito, com o motivo sendo uma briga entre os detentos das alas A e B. A polícia conseguiu controlar a situação aproximadamente às 7h.

*Com informações do jornal boliviano La Razón

Leia tudo sobre: bolíviasanta cruz

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas