Homens armados matam soldados em planta de gás no Iêmen

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Atentado segue campanha de ataques de drones americanos e ameaças feitas pela Al-Qaeda contra EUA

Supostos militantes da Al-Qaeda mataram cinco soldados iemenitas enquanto dormiam na manhã deste domingo, em um ataque às forças da guarda do terminal de exportação de Gás Natural Liquefeito (GNL), disse um funcionário local.

7 de agosto: Iêmen diz ter frustrado plano de ataque da Al-Qaeda

AP
Soldado iemenita equipa posto de controle em rua que leva a embaixadas britânicas e americanas em Sanaa, Iêmen

Após ameaça: EUA e Reino Unido retiram funcionários do Iêmen

O atentado segue uma campanha crescente de ataques de aviões não tripulados dos EUA ao longo das últimas duas semanas e ameaças de ataques de militantes que levaram Washington a fechar embaixadas em todo o Oriente Médio e a retirar alguns funcionários do Iêmen.

Os EUA intensificaram ataques aéreos contra supostos alvos da Al-Qaeda no Iêmen, que matou pelo menos 15 pessoas em três dias.

EUA: Mensagens de líder da Al-Qaeda e franquia no Iêmen seria causa de alerta

Um porta-voz do governo iemenita disse na semana passada que a planta de gás de US$ 4,5 bilhões, administrada conjuntamente pela iemenita LNG e a francesa Total, era um dos alvos de um suposto plano de ataque da Al-Qaeda frustrado pelas autoridades do Iêmen.

Domingo: EUA fecham 22 missões diplomáticas por 'grave' ameaça terrorista

Sexta: EUA emitem alerta de viagem global por ameaça da Al-Qaeda

Os EUA consideram a franquia iemenita da rede terrorista, conhecida como Al-Qaeda da Península Arábica, como a mais ativa do mundo. 

Com Reuters e AP

Leia tudo sobre: iêmensoldadoeuaal qaeda

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas