Ataque de drone israelense deixa cinco mortos no Egito, dizem autoridades

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Segundo fontes, ataque israelense na região da Península do Sinai ocorreu com cooperação de autoridades egípcias

Um avião não tripulado (drone) israelense realizou um ataque dentro do Egito, matando cinco supostos militantes islâmicos, além de destruir um lançador de foguetes nesta sexta-feira (9), afirmaram duas autoridades de segurança egípcias.

Leia mais: Exército de Israel ordena fechamento de aeroporto de Eilat

Em 2012: Israel reforça combate ao terrorismo na Península do Sinai

AP
Partidários do presidente Mohammed Morsi gritam palavras de ordem em acampamento no Cairo

Golpe no Egito: Leia todas as notícias sobre a deposição de Morsi

O ataque, que ocorre após um alerta do Egito provocando o breve fechamento de um aeroporto israelense na quinta, sinaliza para um novo nível de cooperação entre os dois antigos inimigos em razões de segurança na Península do Sinai depois que um golpe militar derrubou o presidente egípcio

Residentes ouviram uma explosão alta nesta sexta-feira em el-Agra, região na parte norte do Sinai perto da fronteira do Egito com Israel. Autoridades afirmaram que o ataque israelense foi realizado com cooperação egípcia.

Exército libanês: Soldados israelenses são feridos no Líbano

Em 2012: Egito media 'trégua informal' e ataques param em Israel e Gaza

As duas autoridades falaram em condição de anonimato, pois não estavam autorizadas a discutir sobre o tema com a imprensa.

Em comunicado publicado posteriormente na página do Facebook do coronel Ahmed Mohammed Ali, um porta-voz do Exército egípcio, disse que houve três explosões em el-Agra, ao sul de Rafah, e que as forças de segurança estariam investigando. A agência oficial do Egito Mena disse que uma explosão destruiu um lançador de foguetes estabelecido perto da fronteira para lançar ataques contra Israel. Segundo a agência, ao menos cinco "jihadistas" foram mortos.

Análise: Crise no Egito preocupa outros países do instável Oriente Médio

Autoridades egípcias afirmaram à AP que o drone estava sobrevoando o local desde a manhã de sexta-feira.

O ataque com drone ocorre depois de Israel ter impedido brevemente pousos no aeroporto de Eilat na quinta-feira. Enquanto autoridades israelenses afirmavam que o fechamento estava relacionado à "medidas de segurança", uma autoridade egípcia afirmou que os oficiais alertaram Israel sobre a possibilidade de ataques com foguetes.

O oficial disse que as autoridades egípcias receberam informações de inteligência sugerindo que grupos terroristas planejavam disparar mísseis na sexta-feira contra Israel, bem como em localizações ao norte do Sinai e do Canal de Suez.

Com AP

Leia tudo sobre: israelegitodroneaeroporto de eilat

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas