Pais anteciparam cerimônia quando souberam que filho, vítima de leucemia, tinha somente poucas semanas de vida

Um doente terminal americano de 2 anos de idade que foi padrinho de seus pais no casamento deles morreu de câncer. Em sua conta no Facebook, Christine Swidorsky Stevenson contou que Logan Stevenson morreu em seus braços às 20h18 (hora local, 21h18 em Brasília) de segunda-feira na casa em que ela vive com o pai do menino e seu novo marido, Sean Stevenson.

Christine Swidorsky carrega seu filho e padrinho de seu casamento, Logan Stevenson, 2, até o altar em Jeannette, Pensilvânia (03/08)
AP
Christine Swidorsky carrega seu filho e padrinho de seu casamento, Logan Stevenson, 2, até o altar em Jeannette, Pensilvânia (03/08)

"Sean e eu o carregamos durante todo o dia, ele estava confortável com sua medicação e, então, às 20h18, meu filho deu seu último suspiro em meus braços."

A cerimônica de casamento do casal foi realizada no fim de semana em sua casa. Sylvia Johnson, porta-voz da família, confirmou a morte do menino, que tinha leucemia e outras complicações e foi submetido a várias operações. Sua mãe disse no Facebook: "Ele está com os anjos e não sente mais dor."

Quando os médicos deram a Logan apenas algumas semanas de vida, Christine e Sean anteciparam seu casamento de julho do próximo ano para o sábado de 3 de agosto.

 Christine Swidorsky segura seu filho, Logan Stevenson, com seu futuro marido, Sean Stevenson (30/7)
AP
Christine Swidorsky segura seu filho, Logan Stevenson, com seu futuro marido, Sean Stevenson (30/7)

Padrinho do casamento, o garoto chegou para a cerimônia no colo de sua mãe e, em seguida, passou para o colo da avó, enquanto segurava seu coelhinho de pelúcia favorito.

O casamento de sábado na cidade de Jeannette foi realizado como uma celebração pela vida do menino. Ele nasceu em outubro de 2010 e foi diagnosticado com leucemia mieloide aguda logo após seu nascimento.

Em entrevista ao jornal local Pittsburgh Post-Gazette, Christine disse que ter o filho como padrinho de seu casamento foi um "sonho realizado". "É um momento que não vamos esquecer jamais", afirmou.

*Com AP e BBC

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.