Veículo bateu em ao menos quatro veículos antes de se chocar contra barreira; dez vítimas seguem internadas

Um ônibus de excursão despencou de um viaduto em uma estrada perto da província de Avellino, no sul da Itália, deixando ao menos 38 mortos e 10 feridos, informaram autoridades nesta segunda-feira (29).

Imagens: Ônibus despenca de viaduto no sul da Itália; assista ao vídeo

Bombeiros trabalham nos destroços de um ônibus que despencou de um viaduto no sul da Itália
AP
Bombeiros trabalham nos destroços de um ônibus que despencou de um viaduto no sul da Itália

EUA: Acidente com ônibus mata 3 e deixa dezenas de crianças feridas

Os relatos iniciais indicam que o veículo e bateu em quatro ou cinco carros antes de se chocar contra a barreira do viaduto na estrada perto de Monteforte Irpino, a leste de Nápoles, na noite de domingo (28). Havia cerca de 50 passageiros a bordo, incluindo crianças.

Foi um dos piores acidentes rodoviários da história da Itália, e o segundo desastre na área de transportes na Europa em um intervalo de cinco dias. Em Santiago de Compostela, na Espanha, ao menos 79 pessoas morreram em um descarrilamento de trem na quarta-feira.

Espanha: T rem descarrila e deixa mortos em Santiago de Compostela

Velocidade: 'Vou a 190 km/h!', disse maquinista antes de acidente na Espanha

O primeiro-ministro do país, Enrico Letta, que faz uma visita oficial a Atenas, cancelou um passeio privado à histórica Acópoles antes de se encontrar com Antonis Samaras, premiê grego. "É um dia muito triste para Itália. Não há palavras para descrever", disse. "É uma imensa tragédia."

Um comunicado da concessionária responsável pela estrada, Autostrade per l'Italia, disse que o ônibus deveria estar viajando rápido demais, apesar da sinalização do limite da velocidade. "Você pode pensar que as barreiras nos viadutos e pontes deveriam prevenir esse tipo de acidente, mas evidentemente parece que o impacto foi tão forte que até as barreiras cederam", disse Alessio Barbarulo, chefe da divisão da brigada de incêndio que coordenou o esforço de resgate.

Enquanto equipes de resgate trabalhavam para abrir caminho pelos destroços do ônibus tombado, corpos cobertos com lençois brancos eram enfileirados na estrada antes de serem levados por ambulância. Segundo um policial, 37 vítimas morreram na hora do acidente e uma no hospital. Outras dez estão internadas, incluindo cinco crianças.

Leia mais: Brasileiro está entre os 79 mortos do acidente de trem

Não estava imediatamente clara a razão pela qual o motorista perdeu o controle do veículo. Um repórter do jornal Il Mattino, de Nápoles, disse à Sky TG24 que algumas testemunhas disseram a ele que o ônibus ia a uma velocidade "normal" no trecho de ladeira da rodovia quando, de repente, virou e começou a bater nos carros. Outras testemunhas disseram ter ouvido um barulho alto, como se um pneu tivesse estourado.

O ministro de Infraestrutura Maurizio Lupi disse que era cedo demais para dizer o que pode ter causado o acidente, mas que não havia indícios de problemas técnicos com o ônibus, submetido à sua inspeção anual em março.

Uma autoridade do gabinete da promotoria disse que investigações levantariam a possibilidade do acidente ter sido provocado por imprudência. O motorista foi morto no acidente e seu corpo será submetido a uma autópsia. Aparentemente, todas as vítimas seriam italianos retornando de uma excursão à cidade de Telese, conhecida por suas termas.

Parentes visitaram um necrotério improvisado em uma escola para identificar os mortos no acidente nesta segunda-feira. Enquanto isso, o ônibus foi rebocado do local para ser inspecionado por possíveis avarias.

Com AP e Reuters

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.